24 maio 2010

Simpósio Nietzsche/Deleuze

Belém recebe amanhã um dos mais importantes eventos de filosofia do Brasil. Trata-se do Simpósio de Filosofia Nietzsche/Deleuze, realizado há dez anos em Fortaleza, pelo Laboratório de Estudos e Pesquisas da Subjetividade, da Universidade Federal do Ceará. O evento é coordenado por Daniel Lins, pós-doutor em Filosofia (Universidade de Paris VIII) e autor de “Juízo e Verdade em Deleuze” (2004) e “Expressão: Espinosa em Deleuze, Deleuze em Espinosa” (2007), entre outros.
Em sua décima edição, o evento terá como tema “Natureza/ Cultura” e, pela primeira vez, será realizado fora da capital cearense. A programação vai de 25 a 27 de maio, na Universidade Federal do Pará (Auditório Setorial Básico II), e inclui conferências, debates e lançamentos de livros. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na UFPA ou através do e-mail simposio.nietzsche.deleuze@gmail.com.
O filósofo paraense Benedito Nunes será homenageado durante a abertura do simpósio, que terá ainda uma palestra com Oswaldo Giacóia Júnior (Unicamp) sobre o tema “Ascese e Ressentimento em Deleuze”. No mesmo dia participam Dorothea Voegeli Passetti (PUC-SP) com a conferência “Natureza e Cultura: Além do Antropológico”; German Meléndez Acuña (Universidade Nacional de Colômbia) com “La Más Temprana Traducción del Hombre en el Lenguaje de la Naturaleza”; e Ernani Chaves (UFPA) com “Trabalho, Prazer e Tédio: Nietzsche Contra a Cultura da Máquina” (veja programação).
A realização do Simpósio de Filosofia Nietzsche/Deleuze em Belém se deve sobretudo à participação da revista literária Polichinello no evento nos últimos três anos. O editor da revista, Nilson Oliveira, que divide a organização do seminário em Belém com Roberto Barros, explica que, a partir da definição do tema para a edição deste ano, surgiu a proposta de trazer o evento para a capital paraense. “Pensar natureza e cultura é pensar a Amazônia. Estamos no coração deste debate”, diz ele, acrescentando que o simpósio é aberto ao público em geral, justamente porque um dos objetivos é aproximar a sociedade dos temas que serão abordados.
Segundo os organizadores do evento, pensar natureza e cultura, no contexto de Nietzsche e Deleuze, “significa questionar a tradicional divisão na qual a gestão da natureza cabia aos cientistas e as questões culturais aos intelectuais, gerando com isso várias consequências dicotômicas, urbanas e ambientais, que tornavam a vida cada vez mais fragilizada”.
A partir da leitura de Nietzsche e Deleuze, é possível pensar natureza e cultura de outra maneira, “dentro de um contexto diverso, transversal, como vontade de potência positiva, em favor de multiplicidades”, explica Nilson. Ou seja, uma compreensão que não distingue natureza de um lado e cultura de outro, “mas sim volta-se para as relações que tangenciam na vida contemporânea natureza/cultura; bem como para a relação entre natureza/sociedade, resistência/modos de vida”.
PROGRAMAÇÃO
Dia 25/05
9h: Abertura
9h30: Homenagem a Benedito Nunes
10h30: Ascese e Ressentimento em Deleuze (Prof. Dr. Oswaldo Giacóia Junior/ Unicamp)
16h: Natureza e Cultura: Além do Antropológico (Prof. Dra. Dorothea Voegeli Passetti/ PUC-SP)
17h: La Más Temprana Traducción del Hombre en el Lenguaje de la Naturaleza (Prof. Dr. German Meléndez Acuña/ Universidade Nacional de Colômbia)
18h: Trabalho, Prazer e Tédio: Nietzsche contra a Cultura da Máquina (Prof. Dr. Ernani Chaves/ UFPA)
Dia 26/05
09h: Entre Natureza e Cultura: Contribuição Deleuziana para uma Teoria Empirista das Relações e Ontologia Relacional (Prof. Dr. Hélio Rebello Cardoso Jr./ Unesp)
10h: Nietzsche e os Pré-Românticos: Visões do Popular (Prof. Dr. Henry Burnett/ Unifesp)
11h: O Espelho de Nietzsche: Ser e Pensamento, Natureza e Cultura entre Foucault e Deleuze (Prof. Dr. Rodrigo Guimarães Nunes/ University of London)
16h: Que Natureza Queremos? (Prof. Dr. Thilman Borsche/ Hildesheim – Alemanha)
17h: Naturalização da Cultura ou Culturalização da Natureza? (Prof. Dr. Roberto Barros/ UFPA)
Dia 27/05
09h: Sexta-feira ou os Limbos do Pacífico: Natureza e Cultura em Tournier (Prof. Dr. Federico Bauchwitz/ UFRN)
10h: O Silêncio dos Animais (Prof. Dr. Charles Feitosa/ Uni-Rio)
11h: Arqueologia dos Saberes na Amazônia (Nelson Matos de Noronha/ Ufam)
16h: Naturezas do Corpo: Movimento, Órgão, Máquina (Prof. Dra. Frederika Spindler/ Södertörns Högskola – Estocolmo)
17h: O Projeto Moderno e a Impossibilidade do Par Natureza/Cultura (Prof. Prof. Dr. Nelson de Souza Júnior/ UFPA)
SERVIÇO: X Simpósio de Filosofia Nietzsche/Deleuze: Natureza/ Cultura. De 25 a 27 de maio, na Universidade Federal do Pará (Auditório Setorial Básico II). Inscrições gratuitas na própria universidade ou através do e-mail simposio.nietzsche.deleuze@gmail.com. Informações: 3201-7794/ 3225-3394/ 3278-4578. 

2 comentários:

Aldebaran disse...

onde eu posso acessar os textos desse simpósio?

Aldebaran disse...

voce pode enviar para meu email a resposta
por favor