18 junho 2010

Custos brasileiros: portos

Uma pilha de 17 toneladas de papel é consumida todo ano no maior porto da América Latina - Santos - só para liberar a entrada e saída de navios. Cada embarcação exige 112 formulários, preenchidos em diversas vias, com 935 informações entregues em 6 órgãos diferentes. Agora imagine o mesmo processo em todos os 37 portos públicos do País, que respondem por 97% do comércio exterior brasileiro. É papel que não acaba mais. Não bastasse a questão ambiental, a burocracia põe o Brasil na 61ª pior posição no ranking de tempo para liberação de navios nos portos, com 5,8 dias. Na Alemanha, o tempo médio é de 0,7 dias. Cada dia parado no porto custa algo entre 50 mil e 100 mil dólares para a empresa de transportes. Via Estadão.

Nenhum comentário: