08 julho 2010

A família Sefer e a licitação dos hospitais

A jornalista Franssinete Florenzano escreveu no seu blog, o Uruá Tapera, a respeito da concorrência para administração do Hospital Metropolitano e do Hospital Regional de Redenção terem sido ganhas pelo irmão do ex-deputado Luiz Sefer, médico como o ex-deputado e pelo seu cunhado, filho do secretário de Estado de Administração. Escreve Franssi:
A governadora Ana Júlia Carepa não pode permitir que o autor de um crime hediondo, que merece a repulsa de toda a Humanidade, seja agraciado com milhões dos cofres públicos. As recompensas por acordos políticos precisam ter limites. Tal prêmio a um criminoso fere de morte a dignidade parauara, a ética na administração pública e os mais caros princípios constitucionais que devem nortear a todos os cidadãos, principalmente os governantes.
Um advogado anônimo observa o que é evidente: a Governadora não tem prerrogativas legais para desfazer a licitação. Em o fazendo, “seria derrotada nos tribunais e constrangida a reconhecer a empresa como legítima administradora do hospital”. Porém, a jornalista rebate, citando o Art. 90 da Lei de Licitações e uma peça de jurisprudência.
O debate que ganhou o post é interessante. Aconselho fortemente a visita.

Um comentário:

Anonymous disse...

Minha cara Franssinete,
Ética? pedir ética a esse governo? Desde quando ele teve? Como ele pode ter? Esse governo provavelmente não deve conseguir se reeleger, pois ele consegui transformar amigos em inimigos, justamente por causa dessa falta de ética que lhe configura.
Vitoria.