19 julho 2010

Injúria e difamação

O senador Índio da Costa (DEM), candidato a vice-presindente do país na chapa de José Serra (PSDB), usou o portal da campanha da coligação da qual faz parte, chamado Mobiliza PSDB, na sexta-feira passada, para dizer o seguinte:
“Todo mundo sabe que o PT é ligado às Farc [Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia], ligado ao narcotráfico, ligado ao que há de pior. Não tenho dúvida nenhuma disso".
No seu twitter, o candidato chamou Dilma Roussef de “ateia” e “esfinge do pau oco”.
Neste exato momento o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, está apresentando ao Supremo Tribunal Federal (STF) representação contra o candidato a vice-presidente na chapa de PSDB-DEM, por injúria e difamação eleitoral.
Faz muito bem. O que Índio da Costa fez foi denúncia sem prova, mentira, insídia. Sinais de desespero político e, ao mesmo tempo, de falta de ética política.

Um comentário:

Anonymous disse...

E o Tarso Jereissati acaba de afirmar que o Lula é chavista e pretende instalar uma ditadura no país. Começou a campanha de altíssima qualidade (sic!) do PSDBEM. Enquanto isso os indicadores constatam a menor taxa de desemprego do mês de junho nos últimos anos, os comerciantes esperam o melhor Dia dos Pais desde 1996, etc... é de fato, a postura do PSDBEM parece desespero. Que jeito né? Quando não se tem programa de governo e nem postura ética, o jeito é apelar, mas já se esperava. A velha cantilena dos comunistas comedores de criancinhas, os tempos mudaram , a cabeça e percepção do eleitor mudou e nem isso essa corja tacanha percebeu.