12 agosto 2010

A utopia de Marina

“A candidatura da senadora Marina Silva pelo Partido Verde tem uma característica, que ficou evidenciada na entrevista que concedeu ao “Jornal Nacional” na terça-feira: ela ainda não consegue passar a sensação de que teria condições de governabilidade, caso fosse eleita presidente da República”. Essa é a idéia central do artigo de Merval Paiva, publicado hoje em O Globo. 

A utopia pessoal de Marina – que, por sinal, não corresponde ao projeto político do PV – é governar com os melhores de PT, PSDB, PMDB e DEM, um governo de coalizão nacional. Ora, isso não parece possível. Basicamente porque a política brasileira, há 20 anos, está polarizada entre PT e PSDB. São dois projetos nitidamente diferentes e concorrentes. Não bastaria a sinceridade e a docilidade de Marina para redimir a diferença entre eles.

Nenhum comentário: