10 setembro 2010

A prisão do governador do Amapá 2

O Amapá é um caso gravíssimo de corrupção institucionalizada. De cabeça, no instante, eu me lembro dos seguintes escândalos, todos recentíssimos: 65 milhões desviados do fundo de aposentadoria do Governo estadual - pelo Governo estadual; 35 milhões de empréstimos consignados do funcionalismo público que o Governo estadual deixou de pagar aos bancos e que levaram centenas de servidores públicos ao Serasa; 200 milhões desviados pelo secretário de estado de Educação; 40 milhões desviados por vários secretários de estado da Saúde - o que levou três secretários de saúde a serem presos nos últimos quatro anos. 


Sarney consegue a proeza de ter três candidatos ao governo do estado: o governador Pedro Paulo, um tal de Jorge Amanajás, que parece ter financiado seu cursinho pré-vestibular "gratuito" com dinheiro público e um tal de Lucas, empresário e deputado estadual há 16 anos que nunca apresentou sequer um projeto de lei.

Dou outro lado há a aliança do PSB com o PT, que propõe Camilo Capiberibe ao governo.

Nenhum comentário: