22 outubro 2010

Bolinhagate 1: O constrangimento na redação da Globo


No blog O Escrevinhador encontramos um relato da surpresa da redação da Rede Globo de São Paulo, ontem, logo após ir ao ar a famingerada material de 7 minutos tentando desconstruir uma bolinha de papel:
Quando o perito apresentou sua “tese” no ar, a imensa redação da Globo de São Paulo – que acompanhava a “reportagem” em silêncio – desmanchou-se num enorme uhhhhhhhhhhh! Mistura de vaia e suspiro coletivo de incredulidade.

Boas fontes – que mantenho na Globo – contam-me que o constrangimento foi tão grande que um dos chefes de redação da sucursal paulista preferiu fechar a persiana do “aquário” (aquelas salas envidraçadas típicas de grandes corporações) de onde acompanhou a reação dos jornalistas. O chefe preferiu não ver.

A vaia dos jornalistas, contam-me, não vinha só de eleitores da Dilma. Há muita gente que vota em Serra na Globo, mas que sentiu vergonha diante do contorcionismo do “JN”, a serviço de Serra e de Kamel.

Terminado o telejornal, os editores do “JN” em São Paulo recolheram suas coisas, e abandonaram a redação em silêncio – cabisbaixos alguns deles.

Sexta pela manhã, a operação kameliana ainda causava estragos na Globo de São Paulo. Uma jornalista com muitos anos na casa dizia aos colegas: “sinto vergonha de ser jornalista, sinto vergonha de trabalhar aqui”.

2 comentários:

Anônimo disse...

A reação dos jornalistas da Globo não diz absolutamente nada, a não ser que nenhum deles consegue ver a realidade concreta. Porque não se rebate a reportagem do Jornal Nacional? O que há de falso nela? O que há de errado nela? Há alguma inverdade? Qual? Aponte os erros da reportagem e não desvie o assunto tentando fazer parecer que, quando muita gente é contra, automaticamente estão todos certos e a reportagem está errada.

Fabio Fonseca de Castro disse...

A reportagem foi criticada por profissionais do campo da edição. Veja como ela foi feita nestes dois endereços:

- http://www.youtube.com/watch?v=VSQD2sRNBUc&feature=player_embedded

- http://www.youtube.com/watch?v=CwcIELvBCXA&feature=player_embedded

Os jornalistas que vaiaram a reportagem são profissionais que conhecem bem a empresa em que trabalham. O ato foi espontâneo e demonstra uma ponderação sobre a factibilidade da matéria da Globo.