24 outubro 2010

Esclarecendo

Tenho postulado, sitematicamente, neste blog, que o PT (e os demais partidos, na medida do possível) devem sempre ter claras as suas posições e preservar a trajetória política pregressa – e que devem ser exigidos por isso. Por isso, levando em conta uma parte importante da leitura que foi feita a respeito do que falei no post intitulado "Sobre o apoio de Gabrieal a Ana Júlia"gostaria de esclarecer melhor, para os que não compreenderam, o tom irônico e alegórico que utilizei e de recolocar minha posição de maneira direta: penso que o apoio de Almir Gabriel a uma candidatura do PT provoca, sim, constrangimento. Nesse sentido, reconhecendo em Almir Gabriel e no PSDB o projeto politico contra o qual, historicamente, o PT se posiciona, penso que aceitar apoio sem demarcar posições obscurece o processo eleitoral. Na verdade, o que desejei dizer nesse post foi, simplesmente, que apoio politico pode ser aceito, desde que permaneçam claras as posições e que o apoio não signifique, em hipótese alguma, abandono de posições políticas firmadas. Lamento se nem todos entenderam assim. É em respeito aos leitores do Hupomnemata que retomo o assunto e procuro esclarecer as posições. 

Nenhum comentário: