11 outubro 2010

Porque Dilma foi excelente no debate de ontem

O debate presidencial de ontem, na Band, foi excelente para o PT e para a democracia.
A estratégia do PSDB foi a de prosseguir a campanha de calunias contra Dilma. Foi de desviar o foco da política. Baixar a qualidade da informação. O PSDB tentou fazer uma guerra de aparências e de forma. Seguiu o prontuário de marketing eleitoral mais baixo e mais ruim que existe: o de fomentar a insídia e o rumor. Seguiu a receita de despolitizar o debate, preconizada por 9 em cada 10 marketeiros de plantão.
Já a estratégia de Dilma foi a de botar as coisas no devido lugar e de responder a essas insídias, batendo muito forte em todas as provocações e delibações de Serra.
Muitas análises de marketeiros, hoje de manhã, estão dizendo que foi uma estratégia de risco. Não foi. Isso é estratégia política, superior à estratégia de marketing.
Dilma fez muita gente ver que a política é superior ao marketing e que não precisa se submeter a ele.
A democracia brasileira ganhou.
Já o disse aqui e volto a repetir, porque o debate de ontem o comprova: é preciso derrubar essas idéias estapafúrdias, que são recorrentes a certos consultores de marketing, de que é preciso falar aos brasileiros como se eles tivessem cinco anos de idade, de que é preciso fugir ao debate para não correr riscos, de que quem bate tem a rejeição aumentada.
A democracia brasileira ganha quando as pessoas da política param de ver a comunicação como um engodo e a vêem como formação de espaço público: ampliação da informação, debate, marcação de posição.
Dilma foi muito Dilma do debate. Reencontrou-se com ela mesma.
Bateu em Serra com a mesma força que fez com que se tornasse Chefa da Casa Civil de Lula e sua candidata à presidência. É nessa força que Lula apostou e é essa a força que possibilita que ela se torne, efetivamente, presidente da República.
Dilma afastou as sombras de desanimação que pairavam sobre a militância petista e sobre os aliados desde que se desmanchou a certeza da vitória certa no primeiro turno.
Penso que ela marcou o ritmo que a campanha vai tomar. A partir de hoje, as inserções e o programa do PT passarão a bater mais duro em Serra. 

Nenhum comentário: