18 janeiro 2011

Comparativo de doutores entre a UFPA e a UFAM

Sem querer comparar, mas já comparando, é interessante observar como se dão as escolhas estratégicas na oferta de vagas nas duas maiores instituições de pesquisa da Amazônia, a Universidade Federal do Pará (UFPA) e a Universidade Federal do Amazonas (UFAM).
Nas ciências humanas, a UFPA dá um banho: são 201 doutores contra 95 da UFAM. O mesmo acontece na área da Lingüística, Letras e Artes: 74 da UFPA contra 18 da UFAM e na área das Ciências Sociais Aplicadas (que inclui a Comunicação, a Economia, a Arquitetura, etc): 81 da UFPA contra 38 da UFAM.
A UFPA também ganha nas Ciências Exatas e da Terra - 202 doutores contra 109 da UFAM - e nas Ciências Biológicas: 151 a 70.
A diferença é menor na área da Saúde: 80 e 55.
A única área na qual a UFAM temmais doutores que a UFPA é, curiosamente, numa área absolutamente estratégica para o Pará, as Ciências Agrárias e Florestais: 53 da UFPA contra 60 da UFAM.
Obviamente que a quantidade de doutores é um indicativo. mais importante é q quantidade e a qualidade da pesquisa produzida.




Engenharias: 116/27

Nao informado: 85/36

2 comentários:

Anônimo disse...

Fábio.. sobre a engenharia florestal, o know how maior aqui no pará é da ufra, isso deve explicar a diferença.

Anônimo disse...

incluindo as ciências agrárias aí tb