06 janeiro 2011

Internet via luz

Primeiro começamos a usar banda larga com fios telefônicos. Mas eles estão sobrecarregados, então a internet via rede elétrica pode ajudar. E agora usamos redes Wi-Fi, que interferem em outras redes sem fio e, onde muitos usam a mesma conexão, também estão sobrecarregadas. A solução? Internet via luz. E o mais legal? Poderemos ver internet via rede elétrica e distribuída via luz em breve.

Isso é o que espera John Pederson, criador do sistema LVX, que utiliza sistemas de iluminação para ligar computadores à internet. Internet via luz não é novidade, mas até então era algo visto apenas em laboratórios de universidades – este é um sistema real, que já será implantado na prefeitura de St. Cloud, nos EUA.

E como o LVX funciona? Basta instalar um conjunto de LEDs no teto e transmitir para elas, com o transceptor da foto acima, as informações em formato binário: a luz acesa equivale ao valor 1; a luz apagada, ao valor 0. As LEDs piscam rapidamente, de forma imperceptível ao olho humano, e um sensor ligado ao computador capta os dados, processando-os e os exibindo na tela do computador. Não há ondas eletromagnéticas no processo que interfiram em serviços como celular e televisão, e a internet via luz atinge velocidades de até 3Mbps.

A parte de internet via rede elétrica deve chegar ano que vem: segundo Pederson, o sistema LVX deve ser melhorado para atingir velocidades maiores, e ele planeja vender a internet via luz para assinantes de banda larga via rede elétrica nos EUA.

Por Felipe Ventura, via Gizmundo.

Nenhum comentário: