14 fevereiro 2011

Moção de solidariedade às lideranças petistas, aprovada no encontro do PT de sábado

Moção de solidariedade às lideranças petistas
Partido dos Trabalhadores | Diretório Estadual do Pará
Moção de solidariedade às lideranças petistas, aprovada no Encontro do Diretório
Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), em 12 de fevereiro de 2011
O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores do Pará (PT/Pará), manifesta solidariedade as lideranças arbitrariamente e injustamente acusadas em situação de escândalo na Secretaria de Meio Ambiente do Estado, no que refere à liberação de licença ambiental, que envolvem os nomes da nossa governadora Ana Júlia, do nosso deputado federal Claudio Puty e da nossa deputada estadual Bernadete Ten Caten. O PT confiou, confia e continuará defendendo a governadora Ana Júlia e nossas lideranças. Portanto, afirmamos que:
1- O combate a corrupção em órgãos públicos tem sido uma das marcas do governo do PT. No governo Ana Júlia os órgãos de controle e fiscalização foram fortalecidos e as práticas ilegais de madeireiros foram duramente combatidas em todas as regiões do Estado.
2- Apoiamos plenamente as investigações que visem apurar e punir qualquer conduta irregular cometidas nas instituições públicas do Estado do Pará em qualquer governo, inclusive no nosso.
3- Repudiamos o vazamento de informações em segredo de justiça que são utilizadas de forma irresponsáveis e tendenciosas na tentativa de ataque às lideranças do PT. 
4- Nossas lideranças são legitimamente reconhecidas por suas atuações em defesa dos direitos dos trabalhadores e do povo em geral. 
5- A responsabilidade e a contribuição que o Partido dos Trabalhadores tem com a democracia brasileira, sendo um dos partidos políticos mais respeitados da atualidade. 
6- Portanto, nossas lideranças são a extensão desse compromisso partidário e possuem atuações pautadas na legalidade, na transparência e na ética.
7- Que ações individuais que levem a qualquer constrangimento a esse Partido e ao povo paraense, serão repudiadas por nós e deverão ser punidas pela justiça.
8- As diversas tentativas de incriminar lideranças partidárias do PT constituem-se em um desrespeito e um ataque a pessoas com histórias de vidas ligadas as lutas dos trabalhadores e por eles reconhecidos.
9- Jamais permitiremos que maculem a história do Partido dos Trabalhadores, na construção de uma sociedade justa e igualitária.
10- O Partido tem como uma de suas principais bandeiras assegurar o estado democrático de direito, onde ninguém pode ser condenado até que seja provado pela justiça.
Belém, 12 de fevereiro de 2011.

Nenhum comentário: