02 março 2011

A bola da vez

Tião Miranda (PTB) e Sahid Xerfan (PP) já foram. Paulo Afonso Campos de Melo, dirigente da Fundação Carlos Gomes, está sendo investigado pelo Ministério Público e pode cair. E a bola da vez é o secretário estadual de Projetos Estratégicos do Pará, Sidney Rosa (PSDB).

Pior: Sidney Rosa pode cair por um motivo celenterado, por responder a um processo criminal na Justiça Federal, no Maranhão, por promover a prática de trabalho escravo.

Trabalho escravo! E o governo só tem um mês...

Nenhum comentário: