02 março 2011

O corte nas emendas parlamentares

Ano de aperreio nas relações fisiológicas da política. Como não, se do total de R$ 50 bilhões no corte do orçamento da União, R$ 18 bilhões referem-se a emendas parlamentares?

As emendas parlamentares estão incluídas, como se sabe, na conta de despesas discricionárias - aquelas que o governo pode dispor livremente.

Dos R$ 18 bilhões em emendas cortadas, R$ 14,9 bilhões eram voltados para investimentos e R$ 3,1 bilhões para custeio. O que não foi cortado, em geral, estava nos ministérios da Saúde e do Desenvolvimento Social.

Nenhum comentário: