28 março 2011

TV Senado, a TV do Sarney


No auge da discussão sobre o convênio entre a Funtelpa e a TV Senado, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) usou ontem a TV Senado para divulgar um vídeo onde ele fala de um dos capítulos de sua biografia autorizada - aquele onde acusa o ex-colega Tião Viana (PT), atual governador do Acre, de ter montado um dossiê contra ele com falsas acusações.
À noite, Sarney usou novamente a TV Senado para registrar a solenidade de lançamento do livro.
Ele não esteve no lançamento na condição de presidente do Senado, mas de objeto de uma biografia chapa branca.
A TV Senado ao Senado pertence. Serve para registrar todas as suas atividades.
Pode não ter sido ilegal o que Sarney fez - o regimento do Senado é omisso quanto isso. Mas foi imoral.
Doravante, os 80 outros senadores poderão requisitar a TV Senado para cobrir atividades semelhantes que promovam.

Nenhum comentário: