03 maio 2011

Frases clássicas sobre jornalismo

“Ser assessor de imprensa vale a pena quando a grana não é pequena” (Fernando Pessoa)

“Tinha uma pauta no meio do caminho” (Carlos Drummond de Andrade)

“Os preguiçosos que me perdoem, mas checar informação é fundamental” (Vinícius de Moraes)

“Há mais coisas entre os donos de jornal e os políticos do que sonha a nossa vã filosofia” (William Shakespeare)

“Pauta que nasce torta nunca se endireita” (Compadre Washington)

“Eduquem os focas e não será preciso castigar os leitores” (Pitágoras)

“Deadline é fogo que arde sem se ver” (Luís de Camões)

“A folga é uma das principais representações de prazer do jornalista” (Sigmund Freud)

“Penso no salário, logo desisto” (René Descartes)

“Ai, que penúria” (Narcisa Tamborindeguy)

“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria dos jornalistas apenas trabalha” (Oscar Wilde)

“Dê uma chance aos estagiários” (John Lennon)

“Ser jornalista e não ser louco é uma contradição genética” (Che Guevara)

“Fodeu” (Jornalista desconhecido)

“Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas, eu não consigo terminar esta maldita matéria” (Clarice Lispector)



Via Duda Rangel, do blog Desilusões Perdidas.

Nenhum comentário: