18 julho 2012

Crise da Espanha

Poucos meses após chegar ao poder, o Primeiro Ministro espanhol, Mariano Rajoy, já está com um rejeição de 80%.Tendo sido eleito em novembro e desfrutando de maioria inédita para seu partido, Rajoy afirmava que a Espanha "deixaria de ser um problema e passaria a ser parte ativa da solução da crise do euro". Agora, depois de ter recebido há dias um crédito extraordinário de cem bilhões de euros, a Espanha está de novo afundada numa situação difícil com dificuldades de crédito para rolar sua dívida que já monta a 90% do PIB.


Com um desemprego de 25% da força de trabalho, ou seja, cinco milhões de pessoas,o país vive uma crise sem precedentes desde a Guerra Civil dos anos trinta.
Com dados do Blog do Lampreia.

Nenhum comentário: