01 outubro 2012

A morte de Hobsbawm


O historiador Eric Hobsbawm morreu na manhã desta segunda-feira, aos 95 anos. Ele estava internado no hospital Royal Free, em Londres, devido a uma pneumonia. Nascido em 1917, na Alexandria, no Egito, Hobsbawm se tornou conhecido por obras como a "História do século 20" e "A Era dos Extremos", traduzida para mais de 40 idiomas.
Filho de pai britânico e de mãe austríaca, mudou-se para Viena quando tinha dois anos, e depois para Berlim. Aos 14 anos, ingressou no Partido Comunista. Estudou na Universidade de Cambridge e, em 1947, se tornou professor na universidade londrina de Birkbeck.
Tornou-se membro da Academia Britânica, em 1978, e foi premiado com a Ordem dos Companheiros de Honra, em 1998. Também foi professor convidado na Universidade de Stanford, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e na Universidade de Corne.
Seu último livro foi "Como Mudar o Mundo - Marx e o Marxismo", lançado em 2011.
Em suas mais recentes análises, comparou os movimentos político-sociais de 2011 e 2012 - Primavera Árabe, Occupy Wall Street e Indignados com os movimentos revolucionários de 1848.
Por aqui, para a cobertura de sua morte feita pelo The Guardian.

Nenhum comentário: