06 junho 2013

Para começar uma teoria da injustiça


«As pessoas cometem injustiça quando pensam que a ação se pode cometer e ser cometida por elas; ou porque entendem que o seu ato não será descoberto ou, se o for, que ficará impune; ou então porque se este for punido, a punição será menor que o lucro que esperam para si mesmos ou para aqueles de quem cuidam.(...) Quem sobretudo pensa que pode cometer injustiça impunemente são os dotados de eloqüência  os homens de ação, os que têm grande experiência de processos, se tiverem muitos amigos e forem ricos. É sobretudo quando se encontram nas condições referidas que eles pensam poder cometer a injustiça; ou então, quando têm amigos, servos ou cúmplices que satisfazem essas condições; pois graças a esses meios eles podem agir sem ser descobertos nem punidos. »

Aristóteles, "Retórica".

Nenhum comentário: