18 novembro 2014

Nova edição da revista Interim


Lançada a nova edição da revista Interin, do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens da UTP (Brasil). A revista, B1 no qualis de comunicação, está disponível aqui.

17 novembro 2014

Chamada da revista Rastros


O Núcleo de Estudos em Comunicação (Necom), de Santa Catarina, aceita artigos para a sua 20ª edição da Revista Rastros até 30 de novembro. Informações aqui.

14 novembro 2014

Chamada da revista Conexão


Está aberta, até 15 de dezembro, a chamada de trabalhos para a edição janeiro/junho de 2015 da revista Conexão, da Universidade de Caxias do Sul. Aqui.

Novo número da revista Contracampo

Está no ar a edição 30 da revista Contracampo já está no ar. Além dos artigos, a revista traz entrevistas com Colin Sparks a Viktor Chagas. Aqui. A chamada para o próximo número já foi divulgada. Ele trará o dossiê temático “Cultura Participativa”. Eis a ementa:
Vivemos hoje em um momento no qual a produção de conhecimento já não se restringe aos grandes oligopólios da comunicação. Desde a popularização da internet, as formas de disseminação de informações e de produção de conhecimento e de ideias têm tornado o conceito de cultura cada vez mais participativo. Esta nova forma de organização cultural participativa representa uma mudança no modo como as pessoas se relacionam com os meios de comunicação. Passam a atuar como agentes críticos dos acontecimentos político-sociais, exercendo seu direito cívico, com voz ativa sobre a sociedade, nessa produção de conhecimento organizada de forma descentralizada.

Diante desta configuração do panorama atual de cultura participativa e de descentralização da informação, a Revista Contracampo abre chamada para a nova edição que tem como proposta refletir sobre as formas de atuação neste cenário comunicacional contemporâneo. Esperamos receber textos que discutam as formas de atuação política nos espaços digitais, cultura participativa como estratégia de marketing, apropriações e reapropriações de produções midiáticas, empoderamento e engajamento em redes sociais, controle de gestão de conhecimento frente à descentralização da informação, entre outros assuntos que atravessam o amplo espectro que abarca o cenário de cultura participativa que estamos vivenciando atualmente.