28 junho 2016

João Reitor: Compromisso com a eleição direta nas bibliotecas


Estabelecer uma política de gestão compartilhada na UFPA é possível. Nesse sentido, apoiamos a luta das servidoras e servidores das Bibliotecas Central e Setoriais que reivindicam eleição direta para a direção do Sistema de Bibliotecas da UFPA. Este é mais um passo para a construção da universidade democrática que queremos.

Veja nossas propostas em www.joaoweyl.com.br.

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com os hospitais universitários


Os hospitais de ensino são indispensáveis para a formação dos profissionais de saúde que saem da UFPA. Mas, nos últimos anos, Bettina e Barros Barreto foram deixados de lado pela gestão e seus profissionais, esquecidos. É preciso mudar a realidade dos hospitais universitários!#NosSabemosComoFazer
Acesse www.joaoweyl.com.br e conheça nossas propostas.

João Reitor: Compromisso central com a graduação


O ensino de graduação vai mal na UFPA e a culpa não é do aluno que boicota a prova do Enade.

O Enade não é o único método de avaliação utilizado pelo governo federal para aferir a qualidade do ensino superior. Antes dele, há um outro índice chamado Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia não só o desempenho de estudantes, mas também o corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos.

No último triênio (2012-2014), dos 82 cursos da UFPA avaliados, 86,3% possuem CPC abaixo de 3 (REGULAR, INSUFICIENTE e PÉSSIMO). Além disso, não há nenhum CPC acima de 3,6 na UFPA.

Diante desses dados, não dá pra cair na falácia de que a culpa do baixo desempenho da graduação é do aluno que não faz a prova do Enade. O problema é muito mais profundo. É resultado da precarização das condições de ensino e aprendizagem, provocada por uma política de gestão equivocada, que deixou de lado as reais necessidades da maior universidade da Amazônia.

Por isso, defendemos que haja uma descentralização da gestão do ensino na universidade, para comprometer toda a comunidade acadêmica com as transformações necessárias, além da integração real entre a pesquisa, a extensão e o ensino, a revisão dos projetos políticos pedagógicos dos cursos, entre outras ações, que você pode conferir em nosso programa no sitewww.joaoweyl.com.br.

Nós podemos, juntos, construir outra realidade para os cursos de graduação da UFPA.

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA

João Reitor: UFPA mais segura


O problema da falta de segurança nos campi da UFPA não é novo. Assaltos, furtos, arrombamento de veículos, falta de iluminação e número insuficiente de agentes de segurança estão entre as ocorrências vivenciadas pela população que circula na Universidade diariamente. Além disso, também falta segurança no entorno da cidade universitária e nas linhas de ônibus que servem a estudantes e trabalhadores.

Para resolver os problemas, é necessário um novo modelo de gestão que atenda não apenas à defesa do patrimônio da universidade, mas, sobretudo, ao bem estar de sua população. É preciso humanizar o serviço de segurança, atuar para tornar o entorno do campus mais inclusivo e pactuar uma política de prevenção com os órgãos competentes.

Garantir um ambiente tranquilo à comunidade universitária é nosso compromisso!

#NosSabemosComoFazer#JoãoReitorArmandoVice#UniversidadeAbertaColetivaCidadã #EleiçõesUFPA

Jonao Reitor: Enquanto nós temos propostas, eles arrancam cartazes



Hoje (27), mais uma vez, constatamos o quanto o processo eleitoral para a Reitoria colocou em evidência a inexistência de democracia na UFPA: nossos cartazes foram arrancados dos murais do Centro de Convenções Benedito Nunes, local definido para o último debate entre os candidatos. Manifestamos nosso repúdio a quaisquer condutas injustificáveis e questionáveis que desrespeitam a livre escolha de professores, estudantes e servidores. Infelizmente, essa é a postura de quem está por trás de um projeto demagógico e irresponsável, que, com o passar dos anos, praticamente sepultou a função social da universidade e se revelou incapaz de mantê-la cientificamente relevante. Mas tenham a certeza de que nada vai impedir a nossa campanha de avançar, porque não estamos a serviço de interesses particulares ou antiuniversitários. Pelo contrário, nosso programa foi construído coletivamente e conquistou legitimidade com o apoio crescente da comunidade acadêmica. Vamos em frente!

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA

27 junho 2016

João Reitor: compromisso com o combate ao racismo, ao machismo e à LGBTfobia



A diversidade é uma das marcas da UFPA. Com uma das maiores populações universitárias do país, a preocupação com a inclusão de estudantes indígenas, quilombolas, africanos, assim como o combate ao racismo, ao machismo e à LGBTfobia são questões que exigem seriedade na realização de políticas de gestão e assistência. Só assim a UFPA poderá garantir o cumprimento de sua missão: contribuir com a formação de cidadãos competentes para se inserir, de forma transformadora, na nossa realidade social.

Vamos dar voz e respeitar o protagonismo dos grupos sociais que fazem parte de nossa comunidade. É assim que se constrói uma universidade coletiva!

João Reitor: compromisso com o diálogo social


A universidade pública é um local privilegiado para a construção do diálogo social com a comunidade, que possibilita a elaboração de uma agenda comum direcionada para o desenvolvimento e a sustentabilidade regional. Mas, para isso, precisamos estabelecer canais democráticos de informação, comunicação e debate com a sociedade civil, com os movimentos sociais, com o setor empresarial e com os parlamentos e governos, de maneira permanente e institucional, a fim de fomentar a produção de um conhecimento sintonizado com a realidade, capaz de promover o progresso social e a valorização da cidadania. Propomos, então, a implementação da rádio e TV universitária, a partir da Academia Amazônia e da Radioweb UFPA; a criação do Fórum Sociedade/Universidade; e nos comprometemos em assegurar as normativas institucionais que garantem a participação da sociedade em geral nos conselhos universitários, conforme estabelecido no estatuto da UFPA.

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com os pets


Os pets da UFPA vivem livremente pelos campi e estão sempre prontos para dar e receber muito carinho. No campus do Guamá, são tão queridos pela comunidade universitária que há até um projeto institucional, criado há 17 anos, para dar assistência à saúde, alimentação e afeto a todos os amigos de quatro patas: o "Peludinhos". Como é mantido pela colaboração de voluntários e doações, enfrenta dificuldades nos recessos e feriados, quando há menos gente na universidade. Diante disso, nossa proposta para garantir o bem-estar dos animais é tornar o "Peludinhos" um Projeto de Extensão Multidisciplinar que tenha como principais ações a proteção, o controle e o manejo da população de cães e gatos abandonados que circulam pela UFPA, por meio de métodos apropriados do ponto de vista ético e ambiental (cadastramento e identificação dos animais; esterilização cirúrgica para o controle populacional; vermifugação e vacinação; tratamento para controle de parasitas; fornecimento de alimentação adequada, como forma de prevenir doenças), a redução das situações de abandono e maus tratos e o incentivo à adoção responsável.

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com os espaços de convivência


Quem vive o dia a dia da universidade entre expediente, trabalhos, provas, leituras e pesquisa, sabe o quanto é necessário ter um tempo para arejar as ideias, descansar e relaxar. É justamente este o nosso objetivo com a proposta de criação e reforma dos espaços de convivência coletiva: garantir que a UFPA seja também um lugar mais agradável, confortável e aconchegante para todas e todos. Queremos proporcionar bem-estar à comunidade acadêmica em ambientes de lazer, cultura e encontro, que estimulem o diálogo e a troca de experiências.

O coronelismo acadêmico na UFPA

Eu ainda acredito numa política feita por meio do debates de ideias e propostas. Por isso repudio, publicamente, a palhaçada que está se tornando esta campanha para a reitoria da UFPA. Esta campanha está suja, desonesta e antidemocrática. Além de feita às pressas para poder atender às expectativas eleitorais do reitor-candidato e do PMDB, além de ter evitar o debate sobre a universidade de toda forma, além de, faltando dois dias para a votação, não se ter uma lista eleitoral completa, além de estar cheia de denúncias de intimidação de técnicos e de bolsistas, de pesquisas manipuladas, de uso de equipamentos e de mailings institucionais, estamos presenciando, agora, atos de vandalismo explícito.
Nosso material que foi afixado no auditório Benedito Nunes e em outros lugares da UFPA, para o debate de hoje e em outros pontos da UFPA, foi retirado. Estragaram uns 500 cartazes. Desperdiçaram o trabalho de quem os colou. Desperdiçaram dinheiro de uma campanha feita sem apoio de empresas, partidos ou sindicatos. De uma campanha feita, apenas, com a coragem e com a seriedade de gente que questiona, justamente, esse modelo de universidade.
Queremos acreditar que isso não foi feito pela própria coordenação do Hangar, que por sinal já expressou sua intenção de voto numa outra chapa. Se o foi, fica evidente, nesse ato de autoritarismo, que a UFPA está se tornando um território de barbárie. Em outra ocasião, já falei do enfeudamento da instituição. Com esse episódio, vemos que os pequenos poderes e os pequenos gestores também já se sentem empoderados para o autoritarismo e para a barbárie.
A pergunta que me vem, percebendo como estão surgindo esses comportamentos policialescos e como os pequenos gestores começam a se sentir autorizados para vandalismo, é: será que estamos vendo o surgimento de um coronelismo acadêmico na UFPA?
Quero manifestar meu repúdio a esse tipo de campanha suja, desonesta, autoritária e anti-democrática. A UFPA merecia eleições feitas no tempo certo e merecia debate, inclusive com a sociedade, para construir melhor o seu projeto. Afinal, ou a universidade pública é democrática, ou ela, simplesmente, não é universidade.
Voto João Weyl e Armando Lírio porque nossa chapa foi construída com esses princípios, com esses valores e com o respeito pelo debate equilibrado, ético, racional e respeitoso de pessoas e ideias.

Peço que os que desejam o mesmo para a UFPA votem conosco. Precisamos dizer que a UFPA tem direito à democracia.

João Reitor: último debate hoje!


João Reitor: compromisso com os campi


Quem anda pelo campus do Guamá da UFPA tem a impressão de que está num canteiro de obras. Só que abandonado. São muitas as obras paralisadas e/ou atrasadas e/ou inacabadas. Algumas já caíram no esquecimento e estão tomadas pelo mato e lixo. E no meio dessa expansão predial desorganizada e mal conservada, sem resquícios de sinalização, como faz pra encontrar ou informar onde fica o auditório, a sala de aula, o laboratório? Infelizmente, a situação se repete em vários campi. É esse o resultado da falta de planejamento e de discussões sobre o uso e a ocupação dos espaços. A UFPA precisa de um novo plano diretor orientado pela sustentabilidade.

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com os RUs



É possível ter uma boa alimentação dentro da UFPA? Sabemos que sim. O Restaurante Universitário (RU) já faz isso: fornece refeições balanceadas que atendem às necessidades nutricionais da comunidade universitária. A nossa intenção é pôr mais qualidade à mesa, com a aquisição de gêneros alimentícios provenientes de organizações e associações de agricultores familiares, de povos tradicionais, de assentamentos de reforma agrária e de cooperativas agrícolas. Esta ação, além de aquecer a economia local, beneficia a todas e todos que frequentam o RU, pois oferece alimentos orgânicos e diversifica o cardápio vegetariano, sem precisar pagar mais caro por isso. Outra medida é a reforma e ampliação dos RUs, bem como a aquisição de novos equipamentos e utensílios. Também está entre as nossas propostas o redimensionamento dos boxes e cantinas de alimentação.




João Reitor: compromisso com uma internet de qualidade


Você já precisou usar a internet com urgência, mas sua conexão te deixou na mão? Quem estuda ou trabalha na UFPA passa por isso quase todos os dias. O problema é que, nos últimos anos, a universidade se expandiu, mas a infraestrutura de acesso à internet nos campi foi deixada de lado, não acompanhou o aumento da demanda.

Reestruturar o sistema de acesso à internet em todos os campi, promovendo uma conexão segura, estável e ágil para toda a comunidade acadêmica é um dos compromissos assumidos pela nossa chapa.

Veja essa e nossas outras propostas em nosso programa no site www.joaoweyl.com.br.

#NosSabemosComoFazer#JoãoReitorArmandoVice#UniversidadeAbertaColetivaCidadã #EleiçõesUFPA


26 junho 2016

João Reitor: compromisso com a qualificação dos técnicos


Nós acreditamos em um modelo de universidade aberta, em que toda a comunidade possui oportunidade de colaborar com seu desenvolvimento. Para isso, propomos uma política institucional de incentivo à qualificação, em cursos de mestrado e doutorado, para os servidores técnico-administrativos, seja de acordo com as linhas de trabalho das unidades às quais estão vinculados ou segundo o próprio interesse do servidor.

Além disso, propomos também ampliar o espectro de editais de fomento para oportunizar aos servidores a possibilidade de participar, ou mesmo coordenar, projetos de pesquisa e de extensão. Defendemos ainda melhorar o aproveitamento dos técnicos em cargos de gestão na UFPA.

Para fazer diferente, é preciso reconhecer a competência e incentivar o trabalho das pessoas que, no dia a dia, se dedicam a fazer a Universidade funcionar.

Veja essa e outras propostas no site www.joaoweyl.com.br.

#NosSabemosComoFazer#JoãoReitorArmandoVice#UniversidadeAbertaColetivaCidadã #EleiçõesUFPA

João Reitor: compromisso com as 30 horas

Uma das grandes cobranças da comunidade universitária é a ampliação do horário de atendimento ao público interno e externo na UFPA. A universidade funciona mais de 12 horas por dia, mas praticamente fecha no período noturno e deixa os estudantes sem acesso a projetos e setores fundamentais, como o protocolo e as secretarias de curso, por exemplo. Por isso, assumimos o compromisso de criar imediatamente um grupo de trabalho para atuar junto à Comissão do consun, a fim de dar celeridade ao estudo sobre a viabilidade da jornada continuada dos técnicos-administrativos. A adoção da medida favorece os alunos, pois permite o funcionamento da instituição nos três turnos; garante mais qualidade de vida para os servidores; e ainda melhora a prestação de serviços na UFPA.

#JoãoReitorArmandoVice#NósSabemosComoFazer#UFPAabertacoletivaecidadã #eleiçõesUFPA