11 dezembro 2009

Outra Amazônia 23: O habitus do projeto espoliador 6

Porém, nessa longa trajetória predominou, como dissemos, uma concepção predatória de desenvolvimento. No Pará, os governos estaduais estiveram, em geral, alguns mais, outros menos, comprometidos com essa lógica. Entre 1995 e 2006, quando o estado foi governado pelo PSDB e o DEM, essa concepção predatória alcançou sua dimensão mais sofisticada e mais agressiva. Isso aconteceu por dois motivos:

  • O comprometimento do governo estadual com o projeto neoliberal implementado, a nível nacional, por esses mesmos grupos políticos;
  • A cadeia local de interesses usurários que foi desenhada enquanto projeto de poder.

Nenhum comentário: