02 junho 2010

Filosofia Política 3

A política é a mais decepcionante das tramas humanas. O rei-sábio é apenas um pretexto. Ele não existe e não existirá. Faz parte do delírio de um homem chamado Sócrates. Isso dá-se porque os discursos que procuram persuadir apenas provocam o desejo de imitar.
Este outro homem, por exemplo, chama-se Dante.
Porém, esta cadeira não chama-se Dante.
Este lápis não chama-se Dante.
Esta concha não chama-se Dante.
São se deve misturar a arte de conduzir os homens com o desejo de coagir os corpos.

Nenhum comentário: