27 julho 2010

Política cultural 5: Objetivo 4 - Diversidade cultural e interiorização

Objetivo 4 - Avançar nos compromissos de valorização da diversidade cultural amazônica e de interiorização das ações culturais
Ação 4.1 – Implementar o Programa Mais Museu
Desenvolver uma ação agressiva de diversificação da ação cultural museológica, efetivando a percepção do museu como um espaço público vivo, ativo e estimulador de cenas culturais dinâmicas. Estabelecer uma ação conjunta, de fundo estratégico, entre o Sistema Estadual de Museus, outros órgãos e setores do Governo do Estado, outros museus municipais, estaduais e nacionais visando o desenvolvimento das seguintes sub-ações específicas:
Sub-ação A – Implementar ações de conscientização, preservação e valorização das tecnologias e práticas sócio-educativas e ambientais tradicionais das populações amazônicas.
Sub-ação B – Implementar ações de apoio museológico visando a constituição e preservação de reservas técnicas, espaços de uso comum, exposição e produção cultural.
Sub-ação C – Implementar ações de cidadania, educação para o desenvolvimento, preparação para o turismo e para a economia da cultura.
Sub-ação D – Implementar ações visando a promoção do conhecimento e respeito pela diversidade cultural, social, étnica, sexual, religiosa e ambiental paraense.
Ação 4.2 – Implementar o Programa Mais Espetáculo
Desenvolver uma ação de diversificação da ação cultural no setor das artes do espetáculo, aí incluído o Teatro, a Música, a Dança, a Ópera e demais expressões culturais semelhantes. Essa ação inicia com uma ação intensa e imediata de reorganização do Sistema Paraense de Espaços Cênicos e demanda o enfrentamento de questões estruturais, como as questões referentes à gestão da Orquestra Sinfônica Paraense, a sobreposição de estruturas administrativas envolvendo os espaços da FCPTN, a demanda por um Corpo de Baile e por um Coro no Theatro da Paz e os avanços necessários no formato do Festival de Ópera e em sua interiorização.
Ação 4.3 – Desenvolver o Programa Circuito Cultural Paraense
Desenvolver ações culturais voltadas para as populações ribeirinhas da Amazônia paraense, respeitando e valorizando suas especificidades culturais.
Ação 4.4 – Fortalecer e/ou incentivar a manutenção/criação de secretarias municipais de cultura
Fomentar a institucionalização e, dessa maneira, a valorização, do setor cultural, nos municípios paraenses, contribuindo para fortalecer um sistema participativo e democrático de decisão e reflexão cultural, a economia da cultura, a cidadania cultural e a divulgação da cultura paraense.
Ação 4.5 – Implementar, em parceria com o Governo Federal o Programa Pontos de Cultural
Priorizar essa ação de política cultural do Governo Federal, construindo um foco estratégico na ação de universalização do acesso à cultura e contribuindo para dinamizar a produção cultural dos municípios paraenses.
Ação 4.6 – Implementar, em parceria com o Governo Federal o Programa Pontos de Cultura Mais cinema
Priorizar essa ação de política cultural do Governo Federal, construindo um foco estratégico na ação de universalização do acesso à cultura e contribuindo para dinamizar a produção cultural dos municípios paraenses.

Referências a essas propostas aprovadas na II Conferência Estadual de Cultura
  • (Eixo I, item 10) Apoio à aprovação e implementação da Lei Estadual dos Tesouros Humanos (leis dos mestres de cultura). Neste sentido, fazer um resgate de personalidades que promoveram e ainda promovem cultura em nossos municípios.
  • (Eixo I, item 13) Realizar eventos que valorizem e demonstrem toda a diversidade cultural dos municípios, possibilitando diálogos interculturais existentes.
  • (Eixo II, item 2) Promover e fortalecer as expressões e tradições culturais dos municípios do Estado do Pará.
  • (Eixo II, item 8) Fortalecer e/ou incentivar a criação de secretarias de cultura, nos municípios, integradas aos órgãos de cultura estadual e federal, com técnicos capacitados na área cultural, que tenham como objetivo principal a valorização incentivo, apoio e divulgação da cultura regional.
  • (Eixo II, item 9) Manter e ampliar o circuito cultural paraense com foco nos programas de valorização das expressões culturais locais, bem como, projetar ações de registro, documentação e divulgação das narrativas orais.
  • (Eixo II, item 10) Garantir a construção de espaços museológicos conforme as características de cada região, fomentando a diversidade cultural.
  • (Eixo II, item 11) Elaborar, editar e divulgar mapas temáticos retratando a diversidade cultural dos municípios paraenses.
  • (Eixo III, item 3) Elaborar e implementar programas e projetos de conscientização, preservação e valorização das tecnologias tradicionais na efetivação de políticas ambientais.
  • (Eixo III, item 6) Inventariar, fomentar e potencializar todos os pontos de eco-turismo cultural dos municípios do Pará. Inclusive realizando documentários de todas as manifestações culturais existentes no estado do Pará.
  • (Eixo III, item 11) Garantir apoio logístico (barco, ônibus e outros) para atender os produtores de cultura e promover intercâmbio entre a região pólo e os municípios integrantes.
  • (Eixo III, ações federais, item 1) Implantar políticas públicas a nível nacional voltada para a cultura, que garantam o desenvolvimento das comunidades de maneira sustentável.
  • (Eixo IV, item 2) Criar um calendário de oficinas culturais no Estado em parceria com os municípios.
  • (Eixo V, Item 1) Garantir a criação do plano estadual de cultura que assegure a implantação e/ou reformulação e descentralização de todas as estruturas de gestão participativa da cultura (fóruns, conselhos, câmaras setoriais, etc.) estimulando a criação dos órgãos que compõem o sistema nacional nos municípios, facilitando o acesso aos órgãos estaduais e seus mecanismos simplificados e diferenciados de financiamentos de projetos culturais que atentem para a realidade de cada segmento sócio-cultural.

Nenhum comentário: