24 janeiro 2011

Demografia do continente africano

Entre os dias 27 de setembro e 02 de outubro aconteceu a 26ª Conferência da União Internacional de Demografia em Marrakech, no Marrocos, norte da África. Participaram cerca de 2.300 pesquisadores de todo o mundo e os papers apresentados podem ser acessados nesta página.

Os dados da conferência são interessantes. Descobri, por exemplo, que no quinquenio 1950-55 a taxa de mortalidade infantil era de 177 por mil e a esperança de vida era de 39 anos, mas que, no quinquenio 2000-05 a mortalidade infantil tinha caido para 88 por mil e a esperança de vida subido para 53 anos. 

Em 1950, a África possuia uma população de 227 milhões de habitantes e passou para 819 milhões no ano 2000. A população quase quadruplicou em 50 anos, apresentando taxas anuais de crescimento de cerca de 2,5% ao ano. Em 1950 a população africana compunha 9% da população mundial e, no ano 2000, já representava 13,4% do total do planeta. 

Para o ano 2050, na projeção baixa da ONU a população da África ficará em 1,7 bihão de habitantes; na projeção média chegará a 2 bilhões; na projeção alta atingirá 2,3 bilhões e, na projeção que considera a fecundidade constante tal com se encontra no início do atual século, a população africana poderia chegar a 3 bilhões de habitantes em 2050. No caso da projeção média, a população africana representaria 22% da população mundial em meados do atual século . 

Considerando as 5 grandes regiões africanas, constata-se que, em 1950, a população da África setentrional era de 52,8 milhões e deve chegar a 321 milhões em 2050 (crescimento de cerca de 6 vezes). O menor crescimento (cerca de 4 vezes) aconteceu na África meridional que tinha 16 milhões de habitantes em 1950 e deve ficar em 67 milhões em 2050. A África ocidental possuia uma população de 68 milhões em 1950 e deverá atingir 626 milhões em 2050 (mais de 9 vezes de crescimento). A África central tinha 26 milhões em 1950 e deve atingir 273 milhões em 2050 (mais de 10 vezes de crescimento). Crescimento da mesma magnitude aconteceu na África oriental que tinha 65 milhões de habitantes em 1950 e deverá alcançar 711 milhões em 2050.

Nenhum comentário: