23 fevereiro 2011

Ciência e Tecnologia perde R$ 1,7 bi com corte no Orçamento

Esse valor representa cerca de 23% dos recursos da pasta e contribui com o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento da União deste ano que está sendo promovido pelo governo. Serão R$ 610 milhões em investimentos e R$ 353,6 milhões em custeio.


Além disso, a pasta não receberá R$ 713 milhões previstos em emendas parlamentares. Esse montante foi vetado pelo Executivo. Com o valor das emendas, a perda chega a R$ 1,7 bilhão.

O Orçamento aprovado pelo Congresso para a Ciência e Tecnologia foi de R$ 7,4 bilhões. O valor inicial enviado aos congressistas foi de R$ 8,1 bilhões, porque estavam incluídas emendas que, se sancionadas pela presidente, entrariam na rubrica de pagamento obrigatório. 


Com o corte previsto, o MCT terá Orçamento de cerca de R$ 6,4 bilhões para este ano. Poderá contar com R$ 200 milhões adicionais em emendas parlamentares que o Executivo não passou a tesoura. Em 2010, o Orçamento da pasta foi de R$ 7,8 bilhões.

Nenhum comentário: