07 fevereiro 2011

Como a China está vencendo o Brasil

Foi divulgada uma Sondagem Especial China, produzida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). É o primeiro levantamento abrangente sobre as implicações, para a economia brasileira, do avanço da China no comércio mundial. 

A pesquisa mostra o quanto é grande a desvantagem da produção brasileira frente à chinesa. As vantagens da China são os seguintes: 
  • oferta abundante de mão-de-obra, 
  • modelos de financiamento favoráveis, 
  • mercado interno forte, 
  • moeda desvalorizada. 
Eis alguns dados do levantamento da CNI: 
  • 52% das empresas exportadoras brasileiras competem com a China no mercado externo; 
  • dessas, 67% estão perdendo clientes; 
  • a concorrência não se resume ao mercado externo: mais de 25% das empresas brasileiras já competem com chinesas no próprio mercado doméstico; 
  • dessas, 45% perderam participação de mercado, especialmente entre pequenas e médias empresas; 
  • entre as pequenas, a perda de mercado afetou 49% das que concorrem com produtos chineses, contra 32% das grandes; 
  • em seis setores, pelo menos, metade das empresas já enfrenta concorrência chinesa no mercado interno: : Material eletrônico e de comunicação, Têxteis, Equipamentos hospitalares e de precisão, Indústrias diversas, Calçados e Máquinas e equipamentos; 
  • em quatro setores – Produtos de metal, Couros, Calçados e Têxteis – mais da metade das empresas perderam participação no mercado doméstico; 
  • no setor de couros, 31% das empresas informaram queda significativa na participação de mercado; 
  • 10% das grandes empresas brasileiras já possuem unidade de fabricação na China; 
  • 21% das empresas pesquisadas já importam matéria-prima da China; dessas, 32% pretendem aumentar as importações; 
  • 50% das empresas definiram estratégias para enfrentar produtos chineses, principalmente investimento em qualidade e design.

Nenhum comentário: