12 abril 2011

Inflação nas cidades

A política econômica brasileira estabeleceu um teto para a inflação: 6,5% acumulados em 12 meses. 

É um valor de referência: passar disso significa imensos problemas. Temos acompanhado o esforço do governo Dilma para conter a inflação, mas a luz amarela já acendeu: quatro capitais tiveram inflação acumulada, em 12 meses, superior a 6,5%: Brasília, Fortaleza, Curitiba e Belo Horizonte. Em Curitiba, a inflação em 12 meses, até março, chegou a 7,75%. Em Belo Horizonte, a meta foi batida no mês passado, quando a cidade chegou aos 6,51% de carestia. 

Em Fortaleza o custo de vida o custo de vida encareceu 7,88%. Na capital federal em 7,53%, o terceiro lugar mais alto no país. 

Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que acompanha a inflação nas 11 maiores regiões metropolitanas do país. Os dados são os seguintes: 

Município - Em % 

Fortaleza (CE) - 7,88
Curitiba (PR) - 7,75
Brasília (DF) - 7,53
Belo Horizonte (MG) - 6,51
São Paulo (SP) - 6,40
Goiânia (GO) - 6,25
Rio de Janeiro (RJ) - 6,09
Salvador (BA) - 5,68
Belém (PA) - 5,58
Recife (PE) - 5,26
Porto Alegre (RS) - 5,11

Nenhum comentário: