02 dezembro 2011

Entre o Mito e a Fronteira: criando mitos.

Que é um mito? Muita gente compreende essa palavra como uma substância arcaica, que só tem sentido enquanto uma experiência social dos antigos. Penso que, ao contrário, um mito pode, também, raízes na contemporaneidade, no mundo vivido.

Como disse Max Beckmann, “Criar um mito a partir de nossa vida atual: eis o sentido”.

Que sentido? Sentido para quem? Provavelmente é o sentido da cultura viva, essa que se desenraiza, se fronteiriza e se reinventa.

Lançamento no dia 7 de dezembro, quarta-feira, a partir das 19h, na Fox Video da Dr. Moraes.

Nenhum comentário: