31 maio 2012

Através das hipóteses dos outros...

"Fremem em mim os nervos vibrados de todos que vejo que sentem,
Correm-me dos olhos as lágrimas de todos que choram porque se separam,(...)
Ó doença humanitária dos meus nervos vibrando cheios de outras pessoas,
Volúpia de gozar e sofrer através das hipóteses dos outros... "

Álvaro de Campos

Nenhum comentário: