22 junho 2012

Indicadores sociais mostram o avanço da Venezuela com

Não sou chavista e não suporto populismo de nenhuma espécie. O socialismo no qual acredito é democrático e centrado na sociedade civil. Porém, é claro que reconheço, em primeiro lugar, a cobertura enviesada que a grande mídia dá à Venezuela de Chaves e, em segundo lugar, os avanços que o regime de Cháves permitiu à sociedade venezuelana.

No no blog Diário do Centro do Mundo, de Paulo Nogueira, encontrei dados sobre a Venezuela de Chaves produzidos pelo instituto americano CEPR, baseado em Washington. Os dados, contidos no relatório “A Economia Venezuelana nos anos de Chávez”, desconstroem a imagem negativa da Venezuela perpassada pela mídia com dados como estes:

1) Em 1998, quando Chávez assumiu o poder, havia 1628 médicos para uma população de 23,4 milhões. Dez anos mais tarde, eram quase 20 000 médicos para uma população de 27 milhões.

2) Os gastos sociais subiram de 8,2% do PIB, em 1998, para quase 14%. “Se comparamos a taxa de pobreza pré-Chávez (43,9%) com a registrada dez anos depois (27,5%), chegamos a uma queda de 37% no número de venezuelanos pobres”, afirma o estudo.

3) O índice de desemprego, que era de 19% em 1998, caiu pela metade.

Com esses e outros números chega-se à conclusão de que o segredo do avanço da Venezuela está bem além do petróleo; bem além de ancorar-se, exclusivamente, nele.


2 comentários:

Conversa de Músicos disse...

Pois é. E aqui a "mídia" (leias-se: Rede Globo, revista Veja, Estadão...) nos apresenta o Chavez como sendo um "ditador facínora", ou algo por aí...
Mas, de todos os países da América, incluso os EUA, qual foi o país q. + apresentou melhorias nos indicadores sociais??

José Roberto Fernandes Xavier disse...

essa cartinha que essa senhora fez Magnífica esta carta de Nancy Iriarte Diaz e publicou acerca do chaves para mim é pessoal, Chaves é um grande homem e vou e estou rezando para que ele melhore, grande homem, essa carta não sei se foi feita pela senhora, mas se foi ele não merece, chaves é um grande homem, eu sou português e nunca tive na venezuela, sei que ele alterou algumas politicas mas se fez foi para o bem do país e mais nada a dizer, o país antes dele estava a ser comandado e controlado, depois que ele entrou melhorou o país