23 julho 2012

Na maioria das capitais, prefeitos bem avaliados lideram disputa eleitoral

Prefeitos bem avaliados iniciam a campanha com intenção de voto em alta. É isso o que mostra o balanço das primeiras pesquisas do instituto Datafolha desde o início oficial da campanha eleitoral.

Márcio Lacerda (PSB), prefeito de Belo Horizonte, por exemplo, é o prefeito melhor avaliado entre seis pesquisados. Tem 51% de ótimo e bom. Se as eleições fossem hoje, teria 44% das intenções de voto.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), é o segundo prefeito melhor avaliado da série Datafolha, com 45% de ótimo e bom. O mesmo instituto registra o apoio de 54% dos eleitores cariocas à sua candidatura.

José Fortunati (PDT), prefeito de Porto Alegre, terceiro colocado em popularidade, com 40% de ótimo e bom, também lidera a disputa eleitoral. Tem 38% dos votos na capital gaúcha.

Em Curitiba, capital em que o prefeito Luciano Ducci (PSB) alcança uma avaliação de 39% de ótimo e bom, os eleitores estão divididos. A pesquisa registra a liderança de Ratinho Jr. (PSC), que tem 27% das intenções, mas considera a disputa em empate técnico por trazer tanto Ducci quanto Gustavo Fruet (PDT) com 23% das intenções de voto.

As duas capitais em que os prefeitos têm a pior avaliação, Recife e São Paulo, vivem situações distintas na corrida eleitoral.

O prefeito da capital pernambucana, João da Costa (PT), cujo partido lançou um candidato à sucessão à sua revelia, tem 24% de ótimo e bom, menos do que os 35% de Humberto Costa, o candidato do seu partido.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD) é o prefeito de pior avaliação do conjunto de seis capitais pesquisadas. Tem 20% de ótimo e bom, dez pontos percentuais a menos que seu candidato José Serra (PSDB), que lidera a disputa mas enfrenta crescente rejeição do eleitorado.


Valor Econômico - 23/07/2012

Nenhum comentário: