05 julho 2012

O enredo PT / PSB 3: A desfiliação de Rands

A crise teve um agravante moral, ontem, com a saída de Maurício Rands do partido. Preterido pela decisão da direção nacional do partido na escolha de Humberto Costa como candidato a prefeito de Recife, Maurício Rands anunciou sua desfiliação ao PT, sua renuncia ao mandato de deputado federal e, também, que deixa também o governo de Eduardo Campos. 

A escolha de Humberto Costa, como se sabe, foi uma intervenção da direção nacional. Rands disputara com João da Costa, atual prefeito de Recife, as prévias internas do partido, e foi derrotado. A vitória de João da Costa contrariava os interesses do PT e do PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Por conta disso, houve a intervenção, e optou-se pela candidatura de Humberto Costa. Humberto, porém, não conseguiu pacificar o PT. Tanto João da Costa como Maurício Rands não gostaram de terem sido preteridos. Diante da confusão, o PSB também resolveu deixar a aliança com o PT, e lançou um candidato próprio à prefeitura de Recife, Geraldo Júlio.

Nenhum comentário: