16 agosto 2012

O que é que há com o PT de Belém?


Votarei em Alfredo Costa e considero que ele tem competência política necessária para o cargo de prefeito. Sou filiado ao PT e voto no PT. Também acho importante o PT ter lançado candidato próprio nestas eleições. Um partido que conta com 25% da preferência do eleitorado não tem escolha, nesse sentido, e aceitar ocupar um papel secundário no jogo eleitoral seria um erro político grave. Porém, é preciso reconhecer que há algo de errado. As duas pesquisas de opinião divulgadas na semana passada mostram que Alfredo Costa pouco avança sobre 1% da intenção de voto. Pior: teria recuado de uma margem de 4%. É evidente que uma parcela imensa do eleitorado petista tende a votar no Edmilson. Também é evidente que uma parcela de petistas está fazendo corpo mole, por pura rixa interna. Mas nada disso explica, ou justifica, uma candidatura do PT, em Belém, com 1% da intenção de voto. Há alguma inércia, de alguém ou em algum lugar. Desconheço as razões, mas é evidente que há razões para isso. A candidatura precisa avançar, ser desenvolvida. Impossível contar somente com o programa de TV, se é isso que está havendo. 

Nenhum comentário: