31 janeiro 2013

O segundo "trailer" de Comunicação, Poder e Democracia




Do que trata o livro

O livro aborda vários assuntos: o problema da concentração midiática, o marco regulatório da comunicação e da internet, a cultura digital, as rádios comunitárias, a questão da concentração de mídia, o futuro dos jornais, a convergência midiática, a inclusão digital... Essas questões dizem respeito a um problema central da democracia brasileira:  a necessidade de democratizar, cada vez mais, o acesso à produção e ao consumo de conteúdos e, assim, de qualificar a informação e o debate public.

O livro esclarece sobre dezenas de questões ligadas à comunicação, fornecendo dados e organizando os diversos problemas que dificultam, ou impedem, o processo de democratização das comunicações no Brasil.

A linguagem é direta e o livro é dirigido a todos que desejam entender melhor o universo do poder midiático e como as relações entre mercado, política e mídia precisam ser observadas e acompanhadas por todos.

“Por que” o livro?

“Quando fui secretário de comunicação do governo do Pará percebi o quanto as pessoas confundem marketing com comunicação; publicidade com comunicação. Sem desconsiderar a importância do marketing político é preciso pensar, também, na importância de uma comunicação objetiva, construtiva e comprometida com o interesse social. O livro surge dessa preocupação. Ele apresenta, de forma muito clara, muito objetiva, os grandes temas da agenda pela democratização da comunicação. São coisas que, em geral, não estão nos currículos dos cursos de comunicação e que deveriam estar. Por exemplo, as questões da regulamentação da mídia, da inclusão digital, da comunicação pública, das rádios comunitárias, etc” (Fábio Castro).

Nenhum comentário: