14 dezembro 2015

Outra prova da irresponsabilidade golpista: a imposição do corte no Bolsa Família

Outro fato sórdido: O relator-geral do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), confirmou que vai manter, no parecer final, um corte de R$ 10 bilhões no Programa Bolsa Família – um corte equivalente a 35% no programa. Pior: Barros também anunciou cortes de R$ 320 milhões no auxílio-reclusão (50%), de R$ 80 milhões no auxílio-moradia (20%) e de R$ 1,84 bilhão (10%) de compensação no RGPS (Repasse a Previdência por Desoneração da Folha).

De acordo com ele, essas medidas são necessárias para cumprir a meta do governo de superávit (receitas menos despesas ) de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) para 2016. O parecer será apresentado à Comissão Mista de Orçamento (CMO) amanhã, terça-feira, dia 15.


Contextualizando: Trata-se de mais uma tentativa de asfixiar o governo Dilma, com vistas ao golpe em andamento. Nada além disso. O ódio ao PT anda de par com dois outros fenômenos: o descaso para com a camada mais desprotegida da população e a irresponsabilidade em relaçnao ao país. Ou seja: os pobres, o país e a democracia que se danem, conquanto seja para tomar conta do poder. E assim vão acontecendo as coisas…

Nenhum comentário: