29 fevereiro 2016

Disciplinas ofertadas pelo PPGCOM no 1o semestre de 2016

O Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia divulgou seu quadro de disciplinas ofertadas neste primeiro semestre de 2016. Os discentes dos Programa e de outros Programas de Pós-graduação, bem como os interessados em acompanhar disciplinas como ouvintes, devem fazer a sua matrícula e a sua inscrição até o dia 5 de março próximo.

A solicitação de aceite da inscrição como ouvinte deve ser feita por meio de formulário próprio, enviado e retornado por email e que pode ser solicitado pelo endereço poscomunicacaoufpa@gmail.com 

A inscrição como ouvinte é regulamentada por normas específicas do Programa, é condicionada ao aceite do professor da disciplina e limitada a uma inscrição por pessoa. 

Aos interessados, reproduzo abaixo o quadro com as disciplinas ofertadas, suas ementas, professores responsáveis e horários.


Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia
Disciplinas ofertadas no 1o semestre de 2016


Comunicação, Socialidade e Intersubjetividade (45h) 
Prof. Fábio Fonseca de Castro
2as-feiras 14 às 18 h, na sala 06 do Ppgcom

Ementa: A disciplina pensa a comunicação e a cultura como fenômenos de socialidade e de intersubjetividade, investigando os fundamentos teóricos desses conceitos e as práticas metodológicas que surgem dessa perspectiva. Nessa direção, algumas questões se colocam: Como se produzem, cultural e comunicacionalmente, as interações sociais, as afetividades, as sensibilidades, a memória e o esquecimento, as representações sociais, o dizer-em-comum e a sensação de estar-junto, as identidades e as identificações, o gosto. A disciplina está focada em práticas de investigação, modelos de pesquisa e compreensão dos fenômenos da comunicação e da cultura no espaço amazônico.

Comunicação e Cidadania na Amazônia (45h)
Prof. Célia Trindade Chagas Amorim
3as-feiras 15 às 18 h, na sala 06 do Ppgcom

Ementa: A disciplina localiza a Comunicação no âmbito do poder de Cidadania nas sociedades contemporâneas, fazendo uma reflexão sobre  a  hegemonia e a contra-hegemonia na esfera pública local/global. Discute-se as diversas possibilidade de práticas sócioculturais emancipatórias na região amazônica, desenvolvidas a partir da luta política cotidiana, tensionada e travada com o Estado. Implica pensar, dentro de um contexto capitalista global, formas alternativas para sustentar os princípios democráticos e o direito social. Atenta-se à cidadania das minorias e suas práticas comunicativas, às trilhas insubordinadas dos movimentos sociais e às sensibilidades cidadãs individuais, à cultura de resistência e à cultura popular.

Análise de Objetos Culturais e Midiáticos (45h)
Prof. Guaciara Barbosa Freitas
4as-feiras 15 às 18 h, na sala 06 do Ppgcom

Ementa: Abordagem das estratégias de análise de objetos culturais e midiáticos no ambito de uma discussão epistemológica. Estudos sobre a representação social e em sociologia compreensiva e fenomenológica da mídia serão destacados, com ênfase nos estudos a respeito dos aspectos discursivos, textuais, imagéticos e estéticos da mídia e de seus produtos, considerando as relações entre a Comunicação e outros sistemas discursivos, tais como cinema, artes plásticas, música, mitologia, filosofia e religião, entre outros.

Estudos Teóricos da Comunicação (45h) 
Prof. Alda Cristina Costa
5as-feiras15 às 18 h, na sala 06 do Ppgcom

Ementa: A disciplina objetiva oferecer ao aluno uma percepção cartográfica dos referenciais teóricos que contribuem para a construção da pesquisa em Comunicação. Assim, estuda-se os fundamentos, conceitos, temas e autores, procurando situá-los no contexto da pesquisa realizada no Programa. Num primeiro momento, interpreta-se a comunicação em sua dimensão social: suas dinâmicas relacionais, simbólicas e midiáticas; os fundamentos comunicacionais da vida social, os fundamentos sociológicos da Comunicação e a globalidade do processo comunicativo. Em seguida, constrói-se um panorama conceitual das teorias de comunicação: o funcionalismo (Modelos administrativos, Escola Psicológica de Chicago, a communication research, Escola da influência, Comportamentalismo, etc); o pragmatismo (Semiótica, Interacionismo, Escola Sociológica de Chicago); a teoria crítica (a ideologia e seus fundamentos socioeconômicos, a Escola de Frankfurt, crítica marxista não-frankfurtiana, crítica culturalista gramsciana e lukacsiana, modelos pós-marxistas, econômica política da comunicação, dialogismo bakhtiniano, teoria dos campos de Bourdieu, a indústria cultural e a sociedade do espetáculo) a teoria da informação (modelos sistêmicos, matemáticos e cibernéticos), o estruturalismo (Semiologia, Semiótica da cultura, dialogismo e polifonia, Análise discursiva estruturalista); as abordagens culturalistas (Escola de Toronto, Etnografia da Comunicação, Análise discursiva, Teoria Ator-Rede, Análise de recepção) e as abordagens pós-estruturalistas (Escola de Palo Alto, Escola de Montreal, Critica pós-moderna, Etnometodologia, Estudos Culturais). Propõem-se uma percepção sistemática e cartográfica dos modelos e experiências de pesquisa desenvolvidas pelo campo comunicacional. Conclui-se a disciplina inserindo o aluno no debate contemporâneo sobre as questões epistemológicas da Comunicação.

Estratégias Institucionais em Comunicação (45h) 
Prof. Luciana Miranda Costa
Dias 27 de junho a 01 de julho, 9 às 12 e 14 às 18 h, na sala 06 do Ppgcom

Ementa: A disciplina analisa a construção dos discursos institucionais. Discurso e relações de poder. A comunicação voltada para a intervenção social. Receptor ou interlocutor: os paradoxos das estratégias institucionais em comunicação. O paradigma difusionista e sua crítica: comunicação para o desenvolvimento. As campanhas comunicacionais.


Nenhum comentário: