10 novembro 2016

PPGCOM adere ao estado de greve na UFPA

Informo a todos que agora há pouco, em reunião de Colegiado transformada em Assembleia Geral, o Programa de Pós-graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia da UFPA decidiu, por unanimidade, pela sua adesão ao indicativo de estado de greve na UFPA.
As atividades burocráticas e de ensino do Programa, bem como as inscrições e o Processo Seletivo da próxima turma do mestrado, estão suspensas por tempo indeterminado, assim que a greve for iniciada.


Reproduzo a Nota divulgada pelo Programa:
O Programa de Pós-graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia informa, à comunidade científica e à sociedade que, em reunião de Colegiado transformada em Assembleia Geral, ocorrida hoje, 10 de novembro de 2016, decidiu, por unanimidade, pela sua adesão e apoio ao indicativo de greve na UFPA. 
Nos posicionamos contra a PEC 55, antiga PEC 241 e, igualmente, contra a postura antidemocrática e elitista do governo Temer em se negar a discutir e debater com a sociedade assuntos que a atingem irreversivelmente e comprometem seu futuro. 
Os impactos causados pelo congelamento por vinte anos dos gastos sociais do governo, particularmente no campo da educação, constituem um paradoxo para um país que visa o desenvolvimento, a diminuição das desigualdades sociais e o fortalecimento do estado democrático e de direito. Parece-nos claro que precarizar e reter investimentos nas instituições públicas de ensino e pesquisa não é um caminho viável, nem integra um plano de governo comprometido com a construção da igualdade e com o bem-estar geral. 
Vemos com igual preocupação o tratamento dado pela mídia tradicional ao debate em torno da PEC 55 e repudiamos a cobertura superficial que tem sido feita das ocupações. Acreditamos que a comunicação, além de constituir um direito social inalienável, tem papel fundamental no fortalecimento de processos sociais básicos, como a democracia, a cidadania e a justiça. 
Enquanto único programa de pós-graduação em Comunicação do estado do Pará, reconhecemos ser nosso papel, enquanto docentes, discentes e técnicos administrativos, nos unirmos às lutas em curso, apoiando e participando ativamente da Ocupação da UFPA e aderindo à greve que unifica nossas três categorias na luta pela justiça, pela ciência e tecnologia e pela educação. 
Ao mesmo tempo expressamos nosso reconhecimento em relação ao movimento legítimo e espontâneo de Ocupação que, a cada dia, se fortalece e ganha força pelas escolas e universidades do país. Acreditamos que trocas ricas e momentos simbólicos únicos podem surgir do movimento plural em curso. 
Por fim, esclarecemos que, com essa decisão, ficam suspensas, por tempo indeterminado, as atividades burocráticas e de ensino do Programa, bem como as inscrições e o Processo Seletivo da próxima turma do mestrado, às quais serão retomadas posteriormente. Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia, Universidade Federal do Pará. 

Nenhum comentário: