28 janeiro 2011

Agora o Iêmem, daqui a pouco a Jordânia

Tunísia, Argélia, Líbano e Egito - e agora o Iêmem - estão nas ruas. Manifestações contra os governos desses países estão tomando o mundo árabe. Ontem, cerca de 16 mil manifestantes saíram às ruas de Sanaa, capital do Iêmen, pedindo a saída do presidente do país, Ali Abdullah Saleh. Ele está no poder há 31 anos. A manifestação é liderada por membros da oposição e jovens ativistas.

Na Jordânia, o rei Abdullah II se antecipou à iminência do início de manifestações e pediu, ontem, ao Parlamento e ao governo que acelerem as reformas políticas, econômicas e sociais. Partidos da oposição sindicatos e ativistas programaram para a sexta-feira mais um protesto para pedir mudanças no país.

Nenhum comentário: