28 janeiro 2011

Alguns números do CNPq

Em 2011, o Conselho Nacional de Pesquisas - CNPq - completa 60 anos. Fora do meio acadêmico se conhece pouco sobre essa instituição tão importante para a ciência e tecnologia no Brasil. Alguns dados:

O CNPq, foi criado pela lei nº 1.310, de 15 de janeiro de 1951, com a missão de fomentar pesquisas e a formação de pesquisadores. Foi o primeiro passo para a formação de um sistema de financiamento da pesquisa científica e tecnológica no Brasil. No mesmo ano foi criada a Capes, no ano seguinte a Fapesp, em 1967 a Finep e, em 1985, a do Ministério da Ciência e Tecnologia.

O Brasil forma mais de 11 mil doutores por ano e produz 2,7% da ciência mundial.

A plataforma Lattes do CNPq tem uma base com 1,7 milhão de currículos, sendo 135 mil de doutores e 237 mil de mestres. 

O CNPq cadastra 27 mil grupos de pesquisa no seu Diretório de Grupos de Pesquisa.

Em 2010, foram atendidos 80 mil bolsistas; investidos R$ 1,85 bilhão em formação de recursos humanos e fomento à pesquisa e avaliadas 74 mil solicitações.

Há 64 mil processos vigentes e custo operacional inferior a 5% do orçamento.O sistema nacional de CT&I incorporou, nos últimos 5 anos, 15 mil novos pesquisadores em novas universidades, campi e instituições de ciência e tecnologia federais e estaduais.

O plano do governo Dilma é dobrar o orçamento do CNPq nos próximos quatro anos, chegando a R$ 3,5 bilhões. Isso é condição para o desenvolvimento do país com sustentabilidade econômica e social.

Um comentário:

Anônimo disse...

This is wonderful blog. I love it.