30 março 2011

O lucro da mineradoras

As mineradoras, que divulgaram lucro recorde de mais de US$ 50 bilhões em 2010, estão direcionando seus recursos para expandir a oferta de matérias-primas importantes. Mas essa expansão não deve ser suficiente para atender à forte demanda e coibir a alta das commodities. 

Empresas como a BHP Billiton, a Rio Tinto PLC e a Vale SA estão aumentando as despesas de capital, mas têm batido de frente com vários obstáculos, que diminuem a capacidade delas de aumentar sensivelmente a produção de ferro, carvão e cobre. O resultado é que as cotações dessas commodities devem continuar altas, com previsão de que algumas subam ainda mais nos próximos dois anos. A cotação do carvão já subiu 32% nos últimos seis meses. 

A Vale gerou US$ 26,12 bilhões em caixa operacional em 2010. 

A Rio Tinto divulgou lucro recorde de US$ 14 bilhões em 2010 e gerou US$ 23,5 bilhões em caixa operacional, aumentou o orçamento para despesas de capital este ano para US$ 13 bilhões, ante os US$ 11 bilhões previstos no fim do ano passado. 

A BHP tem cerca de US$ 16 bilhões em caixa à disposição e uma linha de crédito não usada de US$ 4 bilhões, segundo seus mais recentes balancetes. A empresa informa que vai gastar cerca de US$ 80 bilhões em projetos de crescimento nos próximos cinco anos. 

Com dados do The Wall Street Journal replicados no Valor Econômico, de ontem.

Nenhum comentário: