26 abril 2011

As obras de Belo Monte


Estão começando, por estes dias, as primeiras ações para a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. A expectativa da empresa Norte Energia, sociedade responsável pela construção e operação da usina, é mobilizar os primeiros mil funcionários da obra até o fim de maio, prazo também estimado pelos executivos para receber a licença de instalação do projeto, que será concedida pelo Ibama. Até agora, o licenciamento ambiental só liberou a construção do canteiro de obras de Belo Monte. Até dezembro, a Norte Energia quer ter cerca de sete mil funcionários trabalhando nas margens do rio Xingu.
Serão as primeiras ações práticas desde que a Norte Energia venceu o leilão para construção da usina, realizado há um ano. De lá para cá, sem ter cravado uma enxada no chão, a Norte Energia já teve de desembolsar R$ 287 milhões. Desse total, R$ 17 milhões foram gastos com operações administrativas em Brasília, onde fica a sede da empresa. Cerca de R$ 270 milhões foram aplicados em operações paralelas ao projeto. Esse dinheiro saiu do caixa dos próprios sócios, já que até agora não foi liberado o acesso a financiamento por meio do BNDES.
A empresa trabalha com o prazo de ter ligada a primeira turbina em 15 de fevereiro de 2015 e a última em fevereiro de 2019.

Nenhum comentário: