04 dezembro 2011

Entre o Mito e a Fronteira: "quadro de pensamento".


Algumas vezes utilizo a expressão “quadro de pensamento”, desenvolvida por Max Weber, para explicar esse processo. Com essa expressão, poderia compreendê-lo como um feixe de significações, códigos, operadores de sentido. Ou como a vontade, utopista, de um desejo de ser, um processo de sedimentação do sentido comum que coisifica o mundo, transformando-o, levando-o ao encontro de um projeto intuído.
Tratar-se-ia de um ideal-tipo, um projeto, uma vontade comum, cujo mote central é a noção de identidade amazônica – análoga à de cultura amazônica.

Nenhum comentário: