01 março 2012

Semana que vem começa meu curso no mestrado em Comunicação: Mídia e cultura na Amazônia

Alunos de outros programas de pós-graduação, bem como alunos ouvintes, podem se matricular na Secretaria do PPGCOM, no Anexo do Instituto de Letras e Comunicação.
Horário
4ªs. Feiras - 14h30-17h30


Ementa:

A disciplina discute a dimensão cultural dos processos midiáticos e comunicativos presentes na região amazônica. Observa-se o papel da mídia e da comunicação na conformação e na disseminação das representações sobre a realidade experimentada pelas populações amazônicas, na produção de padrões culturais e na construção de consensos. Parte-se da compreensão das vivências midiáticas e digitais como práticas culturais para indagar sobre os processos de mediação, sociabilidade, hibridação, intersubjetividade e identificação social presentes na região, com particular atenção para o diálogo local-global e para a mistificação das identidades. Também se discutirá as singularidades locais ante a lógica do global, em uma relação dialógica e a relação entre midiatização, cotidiano e sociabilidade das práticas culturais na Amazônia, com atenção para as práticas culturais emergentes na região.
O curso será estruturado em quatro partes:
  • Uma aula introdutória, na qual as questões que problematizam a relação entre cultura e comunicação serão levantadas;
  • Seis aulas nas quais serão tematizados “micro-processos” sociais que relacionam comunicação e cultura: experiência, comunidade, socialidade, identidade, localismo e consumo;
  • Cinco aulas nas quais serão tematizados “macro-processos” sociais que relacionam comunicação e cultura: globalismos, fronteiras, políticas culturais, economia e políticas de comunicação, mercados;
  • Três aulas que conformam uma síntese propositiva, tanto teórica como metodológica, visando a qualificação das pesquias no campo de relacionamento entre comunicação e cultura.

        Programa
  
Aula
Tema
Leitura principal
Leitura secundária 
      1.
      07/03
        Comunicação e cultura: problematizações


      2.
      14/03
         Micro-processos: experiência
        RODRIGUES, Adriano Duarte.  Comunicação e cultura: a experiência cultural na era da informação. Lisboa: Presença, 1994.
        Silverstone, Roger. Complicity and collusion in the mediation of everyday life. In: New Literary History, Volume 33, Num. 4, outono 2002, pp. 761-780.
      3.
      21/03
         Micro-processos:         comunidade
        PAIVA, Raquel. O espírito comum. Comunidade, mídia e globalismo, 2a Ed. Rio de Janeiro, Mauad, 2033, pp. 65-114.
        MAFFESOLI, Michel. Elogio da razão sensível, 3a ed. Petrópolis, Vozes, 2005, pp. pp. 112-186.
4.
28/03
        Micro-processos: socialidade
   Joron, Philippe. A fenomenologia revelada: Georges Bataille e a alteração da sociologia. In Revista FAMECOS, Porto Alegre, v. 17 n. 2, 81-88, maio/agosto, 2010, pp 81-87.
      McQuail, Denis.  Sociology of mass communication. In: Ann. Rev. Social, vol 11, 1985, pp. 93-111.
      5.
      04/04
        Micro-processos:    identidade
        CASTRO, Fábio Fonseca de. Desconstruções identitárias na Amazônia brasileira. Belém, 2010, mimeo.
        MARTÍN-BARBERO, Jesús. Tecnicidades, identidades, alteridades: mudanças e opacidades da comunicação no novo século. In: MORAES, Denis (Org.). Sociedade midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad, 2006. 
      6.
     11/04
         Micro-processos: localismo
         SOJA, Edward W. Postmodern geographies. The reassertion of space in critical social theory, 2sc Ed. Londres/Nova York, Verso, 2011, pp. 76-93
        CASTRO, Fábio Fonseca de. Capital comunicativo, cidadania e território na Amazônia. In Comunicação, Cultura e Amazônia, vol 2, 2011   
      7.
      18/04
         Micro-processos: consumo
         MIGUEZ, Paulo. Economia criativa: uma discussão preliminar. In NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (org) Teorias e políticas da cultura. Visões multidisciplinares. Salvador, Edufba, 2007. Col. Cult, pp. 95-114.
 FIRAT, Fuat. Consumption, Commodity, and Culture. In: NWSA Journal, v. 11, t. 2, 1999, pp. 176-184.   
      8.
      25/04
        Macro-processos: globalismos
        BHABHA, Homi K. O local da   cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG,1998, pp.
 Mazzarella, William. Culture, globalization, mediation. In: Annu. Rev. Anthropol, vol. 33, 2004, pp. 345–67.
      9. 
      02/05
         Macro-processos: fronteiras
        SOJA, Edward W. Postmodern geographies. The reassertion of space in critical social theory, 2sc Ed. Londres/Nova York, Verso, 2011, pp. 222-248.
   CASTRO, Fábio Fonseca de. A identidade imaginada. Rersurgimentos indígenas. Belém, 2010, mimeo.
      10.
      16/05
         Macro-processos: políticas culturais
        RUBIM, Antônio Albino canelas. Políticas culturais: entre o Possível e o impossível. In NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (org) Teorias e políticas da cultura. Visões multidisciplinares. Salvador, Edufba, 2007. Col. Cult, pp. 139-158.
        ALBUQUERQUE JR, Durval Muniz de. Fragmentos do discurso cultural: por uma análise critica  do discurso sobre a cultura no Brasil. In NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (org) Teorias e políticas da cultura. Visões multidisciplinares. Salvador, Edufba, 2007. Col. Cult, pp. 13-24.
      11.
      23/05

         Macro-processos: políticas de comunicação
        BOLAÑO, Cesar Ricardo Siqueira. Desafios da economia política da informação, da comunicação e da cultura frente às inovações tecnológicas e à mudança social: a atual batalha epistemológica do pensamento critico latino-americano. In BRITTOS, Valério Cruz (org.). Economia política da comunicação. Estratégias e desafios no capitalismo global. São Leopoldo-RS, Unisinos, 2008, pp.59-76.
        CASTRO, Fábio Fonseca de. Sistemas de comunicação na Amazônia. Mimeo.
      12.
      30/05
        Macro-processos: mercados
        BURITY, Joanildo. Cultura e desenvolvimento. In NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (org) Teorias e políticas da cultura. Visões multidisciplinares. Salvador, Edufba, 2007. Col. Cult, pp. 51-66.
     Peterson, Richard et Anand, N. The production of culture perspective. In: Annu. Rev. Sociol, v. 30, t. 1, 2004, pp. 311–34.
      13.  
      06/06
         Reflexões  metodológicas 1: Críticas
        BHABHA, Homi K. O entrelugar da cultura. In BHABHA, Homi K. O bazar global e o clube dos cavalheiros ingleses. Rio de Janeiro, Rocco, 2011, pp. 143-171.
         McROBBIE, Ângela. Post-modernism and popular culture. Nova York, Routledge, 1994, pp. 13-60.
      14. 
      13/06
        Reflexões metodológicas 2: Perspecivas
        MAFFESOLI, Michel. Elogio da razão sensível, 3a ed. Petrópolis, Vozes, 2005, pp. 25-110.
     Travancas, Isabel. A Etnografia no campo da comunicação de massa. In: Rev. Humanidades, v. 26, n. 1, jan./jun. 2011, pp. 125-142.
      15.
      20/06
         Reflexões metodológicas 3: Sínteses



      Acrescentado às 16h15:

      Informações sobre participação


      Para quem se interessar:
 
     Qualquer pessoa com curso de graduação pode se inscrever na disciplina como ouvinte. Dessa maneira poderá assistir e participar das aulas e ter seus trabalhos avaliados e comentados. Porém, é preciso deixar claro que essa inscrição não garante nenhum direito de creditar a disciplina, posteriormente e nem de reivindicar qualquer tipo de matrícula ou de certificado. É para quem quer discutir conhecimentos.

      Para os alunos matriculados em quaisquer outros programas de mestrado e/ou doutorado reconhecido pela Capes, da UFPA, UEPA, UFRA ou Unama, é possível se inscrever na disciplina e creditá-la em seu próprio curso.

      Amanhã (terça) dia 02/03/2012, às 10h, haverá uma reunião na sala 6 do PPGCOM (Anexo do Instituto de Letras e Comunicação, onde funciona nosso mestrado) para informar sobre a inscrição de ouvintes.

     As inscrições poderão ser feitas até a semana que vem, lembrando que o curso começa no dia 07/03/2012.

     Melhores informações na secretaria do PPGCOM, pelo telefone 3201-7586.


9 comentários:

Marise Morbach disse...

Adorei a aula, tá anotada, grata!

Anônimo disse...

Fábio, esse curso vai trazer a discussão que fazes em teu último livro?
Advaldo.

Martha Jares disse...

como faz pra se inscrever? e que tipo de participação se pode ter a partir desta inscrição?

obrigada!

Fabio Fonseca de Castro disse...

Bom, para quem se interessar:

Qualquer pessoa com curso de graduação pode se inscrever na disciplina como ouvinte. Dessa maneira poderá assistir e participar das aulas e ter seus trabalhos avaliados e comentados. Porém, é preciso deixar claro que essa inscrição não garante nenhum direito de creditar a disciplina, posteriormente e nem de reivindicar qualquer tipo de matrícula ou de certificado. É para quem quer discutir conhecimentos.

Para os alunos matriculados em quaisquer outros programas de mestrado e/ou doutorado reconhecido pela Capes, da UFPA, UEPA, UFRA ou Unama, é possível se inscrever na disciplina e creditá-la em seu próprio curso.

Amanhã (terça) dia 02/03/2012, às 10h, haverá uma reunião na sala 6 do PPGCOM (Anexo do Instituto de Letras e Comunicação, onde funciona nosso mestrado) para informar sobre a inscrição de ouvintes.

As inscrições poderão ser feitas até a semana que vem, lembrando que o curso começa no dia 07/03/2012.

Melhores informações na secretaria do PPGCOM, pelo telefone 3201-7586.

Fabio Fonseca de Castro disse...

Ao Advaldo:

Sim, vai, alguns temas sobre a representação artística da Amazônia, que são abordados em Entre o mito e a Fronteira, estarão também na disciplina.

Manuel Baeta Guimarães disse...

Muito interessante o curso, professor. Infelizmente, estou na fase de redação da minha dissertação de mestrado, o que me deixa sem tempo para acompanhá-lo. No entanto, se for possível, gostaria de assistir a algumas aulas. Tenho interesse nas suas aulas sobre fronteira, identidade e hibridação. É possível participar somente de algumas aulas? Creio que seria importante para o trabalho que estou desenvolvendo.

Fabio Fonseca de Castro disse...

Manuel,

Fique à vontade para assistir a aula que puder; será bem vindo.

Danielle Redig disse...

Professor,
Pelo que entendi do cronograma serão aulas semanais, é isso mesmo?

Fabio Fonseca de Castro disse...

Ola Dani,
é sim, somente às quartas, de 14h30 às 17h30.