28 setembro 2012

Meu novo artigo: A sociologia fenomenológica de Alfred Schutz

Acabou de ser publicado mais um artigo de minha autoria: "A sociologia fenomenológica de Alfred Schutz". O artigo foi publicado no vol. 48, tomo 1, da revista de Ciências Sociais da Unisinos.

Segue o resumo:

A sociologia fenomenológica de Alfred Schutz
Fábio Fonseca de Castro

Resumo: Este artigo elabora uma revisão biobibliográfica do pensamento de Alfred Schutz e de seu projeto em constituir uma sociologia fenomenológica. O trabalho de Schutz se situa na confluência da sociologia compreensiva de Weber com a fenomenologia de Husserl, podendo ser compreendido na perspectiva de uma teoria antiessencialista cujo principal pressuposto é a rejeição de uma integral racionalidade do real. Sua proposição seria refundar, fenomenologicamente, a sociologia compreensiva. Não obstante, para fazê-lo, foi necessário elaborar uma crítica da egologia transcendental husserliana, com a qual é possível lançar o tema da subjetividade numa perspectiva sociológica, estabelecendo a matriz da ideia de uma ideia de intersubjetividade que supere a simples constelação de subjetividades individuais, inerentes ao pensamento de Husserl. O pensamento de Schutz apresenta soluções originais para a problemática da intersubjetividade na sociologia construindo o arcabouço central de uma sociologia fenomenológica.

Seguem os links para ir para o índice do volume ou para ir diretamente à página do artigo, onde ele poderá ser aberto em PDF.

Nenhum comentário: