30 setembro 2012

Morre o ex-editor do 'The New York Times' Arthur Sulzberger

De O Globo - O ex-editor e presidente do "The New York Times" Arthur Ochs Sulzberger, que levou o jornal a novos níveis de influência e lucro em meio a alguns dos momentos mais importantes do jornalismo no século XX, morreu neste sábado aos 86 anos. Ele estava doente.

Sulzberger, pai do atual editor e presidente-executivo da "Times Company" Arthur Ochs Sulzberger Jr., atendia pelo apelido de "Punch" e serviu na Marinha dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial antes de se juntar ao “Times” como repórter, morreu em sua casa em Southampton, em Nova York. A família não deu mais detalhes.

Durante três décadas de liderança no jornal, o "NYT" ganhou 31 prêmios Pulitzer, publicou o Pentagon Papers, entre outra vitórias.

- Acima de tudo, ele elevou a qualidade do produto até um nível totalmente novo - disse Katharine Graham, ex-presidente do "The Washington Post", já falecida, quando Sulzberger se afastou em 1992.

Quando ela morreu, em 2001, ele voltou o elogio, dizendo que ela "usou sua inteligência e coragem para transformar o jornalismo americano".

Durante sua passagem pelo jornal, ele iniciou uma edição nacional, comprou as suas primeiras impressoras a cores e introduziu populares e lucrativas novas seções abordando gastronomia, ciência e diversão.

Sulzberger era o único neto de Adolph S. Ochs, filho de imigrantes, que assumiu o “NYT” em 1896 e o transformou no jornal mais influente do país. A família mantém participação no grupo, em ações Classe B, que têm o direito de voto mais poderoso na companhia.

Arthur Sulzberger assumiu a liderança do jornal americano em 1963, aos 37 anos, após ocupar cargos menores por oito anos no grupo de mídia.

Nenhum comentário: