31 agosto 2016

Golpismo, farsa e canalhice

Lamento profundamente a decisão do Senado em consumar o golpe de Estado que afasta Dilma Rousseff da presidência da República. Mais do que um golpe em Dilma, trata-se de um golpe na democracia e no regime - na Constituição, portanto. Todos sabem que o pretexto para o golpe é irrisório. Todos sabem que, por trás do pretexto há desejos inconfessáveis de interromper a Lava Jato e retomar a festa da corrupção; interromper o processo de construção de uma nação soberana e vender o patrimônio público como se fosse um patrimônio privado; interromper as políticas sociais que, pela primeira vez na história, fizeram, realmente, inclusão social no Brasil e interromper, em fim, a democracia.
Lamento, igualmente, que essa farsa tenha recebido apoio de brasileiros que, simplesmente, não conseguiram distinguir entre o interesse dessa corja de políticos e empresários  e seus próprios interesses. De brasileiros que não perceberam que foram, simplesmente, a massa de manobra necessária para a condução do golpe e que, agora, irão sofrer as conseqüências mais nefastas dessa farsa.
Todos sabem que o que move muitos a apoiarem o golpe é o seu ódio ao PT. Um ódio de classe, para alguns, ou um ódio movido pelo preconceito, simplesmente, para outros. Esses, se recusam a ver que os governos do PT fizeram mais pelo Brasil do que todos os governos anteriores. Se recusam a perceber que o que os move é um sentimento mesquinho, egoísta e covarde: um sentimento movido por idéias pré-concebidas e que justifica, a seu ver,
Vocês são os canalhas da história e a história repetirá que foram e que sempre serão canalhas. Canalhas porque são pequenos, ignorantes e egoístas. Porque são movidos pelo preconceito e porque não respeito a democracia. Porque não percebem que são, simplesmente, força manipulada de interesses que não apenas não são seus como também constituem interesses contrários aos seus.
Dilma, por sua vez, é uma mulher honrada, honesta e corajosa, cassada por uma multidão de corruptos e por uma conspiração movida por demagogos. Foi vítima de uma farsa e foi condenada por um processo de exceção.
Mas a história não acaba aqui. Quando o povo descobrir por que razão caçaram realmente Dilma virá a resposta. E já aqui começam as novas batalhas. O governo golpista não pode ter paz. Cabe a nós descrever o que ele é de fato: dizer o golpe, dizer que foi golpe, é externalizar e denunciar é a essência do Brasil arcaico, fascista e autoritário.
Lamento a decisão do Senado, lamento a mediocridade e a pequenez dos brasileiros que apóiam essa farsa mas, sobretudo, estou indignado. E vamos à luta.

#ForaTemer!

Nenhum comentário: