05 janeiro 2012

Estrutura do discurso de Dilma

Alguns dados sobre os discursos feitos por Dilma em 2011:
  • Dilma fez 189 discursos em 2011, uma média de 1 a cada dois dias.
  • 25% menos que Lula em seu 1o ano e 13% menos que FHC em seu 1o ano. E depois dizem que mulher fala mais que homem...
  • Nesses 189 discursos Dilma pronunciou 293 mil palavras. As 3 mais faladas foram Brasil, país e todos. Sim, você percebeu: Juntas, elas formam o slogan de Lula. Mas foi coincidência.
  • Aliás, Lula foi citado 214 vezes por Dilma. E FHC apenas 6 - sempre de forma respeitosa.
  • Dilma usa uma média de 25 palavras por frase. Seu léxico é formado por 15 mil palavras diferentes. O de Lula é menos rico: 12 mil.
  • Dilma prefere a leitura que o improviso - ponto forte de Lula, como se sabe. Nisso, se aproxima de FHC.
  • Lula iniciou 2.264 discursos, em seus 8 anos de governo, se dirigindo aos "companheiros e companheiras". No seu primeiro ano, Dilma usou a fórmula 103 vezes.
  • Dilma costuma começar seus discursos com a fórmula “Queria saudar/cumprimentar”...
  • Ela repetiu esse "queria" 1.146 vezes em 2011. 
  • A palavra preferida por Lula era "Gente", usada para se dirigir aos ouvintes.
  • Dilma costuma terminar seus discursos de forma muito sóbria, em geral com um “muito obrigada”. De vez em quando também manda “um abraço”. 
  • Lula quase sempre terminava com um “Fiquem com Deus”.
  • Dilma falou a palavra “Deus” apenas 11 vezes em 2011.
  • Michel Temer e José Sarney foram citados três vezes mais do que " Deus" pela presidenta.

Esses dados foram coletados por José Roberto de Toledo no site da Biblioteca da Presidência da República.

Um comentário:

Adelina Braglia disse...

Bom doa, Fábio:

parece que a Presidente reconhece que o poder terreno está mais ligado a Sarney e a Temer do que a Deus! Bom sinal...rsrs...

Feliz 2012.

Abração.