Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Governo Temer acaba com o Ciência Sem Fronteira: elitismo e meritocracia na universidade pública

O Governo Temer, sem nenhum debate público, sem nenhum diálogo com as universidades, extinguiu o Programa Ciência Sem Fronteiras. Mais um passo largo para ampliar a irrelevância do Brasil no cenário internacional.  Pior é que tem gente, na universidade pública, comemorando essa desgraça. O pretexto, absurdo, é que quem promove a internacionalização das universidades – meta estratégica para a melhoria da pesquisa e do ensino – é a pós-graduação, e que, portanto, é um desperdício investir em mandar para o exterior alunos da graduação. Acho uma grande cara de pau dizer uma coisa dessas. A internacionalização se faz com todos, e não com exclusão. Dizer que, estrategicamente, ela deve se concentrar na pós-graduação é um elitismo inadmissível, mesquinho como a visão meritocrática de que só os melhores devem ter vez. Mesmo porque o benefício de ter alunos da graduação com uma experiência internacional é considerável, tanto para a melhoria do ensino, pois a experiência trazida por esses