Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Transcrição da aula pública "Mídia, poder e escândalos políticos no Brasil. O que está por trás da crise?"

Mídia, poder e escândalos políticos no Brasil. O que está por trás da crise? Fábio Fonseca de Castro Doutor em Sociologia. Professor da Faculdade de Comunicação, do Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia, ILC-UFPA e do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido, NAEA-UFPA Transcrição da aula pública ocorrida no dia 22 de maio de 2017 Introdução Boa tarde a todos, começo agradecendo o convite da Faculdade de Comunicação e do Programa de Pós-graduação Comunicação, Cultura e Amazônia da UFPA para fazer esta aula pública. Essas duas unidades têm sido ativas e presentes no processo de reflexão e de discussão a respeito do processo político e social em curso no Brasil, o que é louvável e muito importante. Vou dividir minha fala em três momentos. No primeiro, vou trazer alguns elementos que nos ajudem a construir uma análise da conjuntura nacional após a delação dos proprietários da JBS no último dia 17/05, cinco dias at

Convite: Mídia, poder e escândalos políticos no Brasil: O que está por trás da crise?

Política Cultural e Gestão Democrática no Brasil

Lançado esta semana, pela Fundação Perseu Abramo, o livro "Política Cultural e Gestão Democrática no Brasil", organizado por Albino Rubim e que traz vários artigos sobre experiências democráticas de política cultural no país. Tenho a honra de participar da coletânea, com um artigo chamado "A Política Cultural do PT no Governo do Pará (2007-2010)". Honra porque, em primeiro lugar, uso o espaço para defender, sem perder a dimensão crítica, a experiência de política cultural do nosso  Governo Popular. Honra, também, por dividir o espaço com Marilena Chauí, Lélia Abramo, Hamilton Pereira, Jorge Bittar, muitos outros companheiros de luta pela democracia cultural. Mas honra, sobretudo, por partilhar este espaço com o mestre Antônio Cândido, que hoje mesmo, como se sabe, nos deixou. Minhas homenagens a ele e a seu legado, à sua luta por um Brasil mais igualitário e decente. À sua luta por uma cultura política mais crítica e mais sensível e por uma política cultural mais s

Entrevista sobre a "marca Amazônia"

Do Blog Marca Amazônia "Em março, entrevistamos via e-mail o professor  Fabio Fonseca de Castro , graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Pará, mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília e mestre em Estudo das Sociedades Latino-Americanas (opção Antropologia) pela Universidade de Paris III (Sorbonne-Nouvelle). Na conversa, o pesquisador respondeu a alguns questionamentos sobre a possível “Marca Amazônia” e sua relação com a sociedade na contemporaneidade.  Confira a entrevista em nosso blog:   https://goo.gl/4uJVPp "

Sobre a vitória de Macron na França

A vitória de Emmanuel Macron nas eleições presidenciais da França só oferece um motivo de comemoração: ter derrotado Marina Le Pen. Trata-se do famoso “menos pior”.  No cenário político, Macron ocupa uma posição, digamos assim, de “extremo centro”. Participou do governo socialista, é certo, mas antes foi banqueiro dos Rotschild. Propõe um plano de investimentos sociais de 50 milhões de euros, é certo; mas também um corte de 60 milhões de euros no orçamento. Deseja reformar o Código do Trabalho para dar mais garantias ao trabalhador, mas ao mesmo tempo promete extinguir 120 mil empregos públicos e cortar 10 milhões de euros no orçamento do seguro-desemprego. Querem mais? Promete investir 15 milhões de euros na transição energética para um modelo sustentável, mas não deseja abandonar o modelo nuclear (a França tem 58 reatores nucleares em atividade). Como eu dizia: Macron é o extremo centro. O seu primeiro ministro, que deve ser anunciado dentro de alguns dias, deve