Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Ciberpolítica: Uma animação mostrando o fluxo do Twitter no momento da queda de Mubarak

Vale muito ver. Um analista de mídias sociais italiano chamado André Panisson  fez um vídeo mostrando a reação no Twitter pouco antes, no momento e logo após o  anúncio da renúncia do ditador egípcio Hosni Mubarak , na última sexta-feira. Ele compilou todos os tweets e retweets feitos com a hashtag #jan25, que tratavam da renúncia. Cada pontinho do vídeo abaixo é um tweet. E as linhas que ligam os pontinhos indicam retweets. Via blog do Rodrigo Martins .

Livro: Métodos de pesquisa para internet

Sebastião Curió preso em Brasília

O oficial de reserva Sebastião Curió Rodrigues de Moura, um dos chefes da repressão à Guerrilha do Araguaia, foi preso anteontem em sua casa em Brasília durante uma operação de busca e apreensão a documentos da ditadura. Os agentes federais buscavam documentos que pudessem ajudar na localização de corpos das vítimas da guerrilha. Segundo a Superintendência da Polícia Federal (PF) do Distrito Federal, o major Curió guardava em casa armas sem o devido registro de porte, o que resultou na prisão. A PF não informou quantas armas e quais os modelos do armamento encontrado sem registro. Depois de prestar depoimento à Justiça Federal e aos policiais federais, Curió foi levado para o Batalhão de Polícia do Exército, uma vez que é militar, onde está preso. Os agentes federais e o procurador da República Paulo Roberto Galvão foram até a casa de Curió para tentar resgatar documentos do período da ditadura (1964-1985), em especial de sua atuação durante a Guerrilha do Araguaia, nos anos 70. No

O novo livro de Albino Rubim: As Políticas Culturais e o Governo Lula

Regulação a favor da liberdade

Guilherme Canela, representante da UNESCO no Brasil, est á divulgando documento produzido pela organiza çã o a respeito da situa çã o do controle de comunica çã o vigente no Brasil. A UNESCO est á sensibilizada para a necessidade de democratizar oo controle e apropriedade dos meios de comunica çã o no pa í s. No site da institui çã o os textos est ã o dispon í veis para dowload. A seguir, uma entrevista com Canela, concedida à revista Carta Capital: CartaCapital: Por que a Unesco decidiu produzir um caderno de sugest õ es para uma reforma das leis de comunica çã o no Brasil? Guilherme Canela: A Unesco tem, no sistema das Na çõ es Unidas, mandato para discutir esses assuntos desde a sua cria çã o no p ó s-guerra. Nos anos 2000, produziu-se um material internacional, uma recomenda çã o, para os diferentes pa í ses integrantes da organiza çã o. Chama-se Indicadores de Desenvolvimento da M í dia. A partir do lan ç amento, come ç amos, n ã o s ó no Brasil, mas em v á rios pa í

Idéia para estante

Veja o trailer do novo filme de Wood Allen: Midnight in Paris

Estréia durante o festival de Cannes, em maio próximo.

II Seminário Internacional sobre Políticas Culturais

O lucro da mineradoras

As mineradoras, que divulgaram lucro recorde de mais de US$ 50 bilhões em 2010, estão direcionando seus recursos para expandir a oferta de matérias-primas importantes. Mas essa expansão não deve ser suficiente para atender à forte demanda e coibir a alta das commodities.  Empresas como a BHP Billiton, a Rio Tinto PLC e a Vale SA estão aumentando as despesas de capital, mas têm batido de frente com vários obstáculos, que diminuem a capacidade delas de aumentar sensivelmente a produção de ferro, carvão e cobre. O resultado é que as cotações dessas commodities devem continuar altas, com previsão de que algumas subam ainda mais nos próximos dois anos. A cotação do carvão já subiu 32% nos últimos seis meses.  A Vale gerou US$ 26,12 bilhões em caixa operacional em 2010.  A Rio Tinto divulgou lucro recorde de US$ 14 bilhões em 2010 e gerou US$ 23,5 bilhões em caixa operacional, aumentou o orçamento para despesas de capital este ano para US$ 13 bilhões, ante os US$ 11 bilhões previstos no f

Só 2,5% das transferências de Saúde são fiscalizados

Via O Globo:  A Controladoria-Geral da União (CGU) admitiu que a Saúde tem a pior fiscalização do governo devido ao controle "absolutamente insuficiente" das transferências para estados e municípios. O ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, afirmou que falta transparência no Ministério da Saúde e anunciou um plano de ação para conter o rombo nos cofres públicos. Nos últimos dois dias, O GLOBO mostrou como os desvios de recursos estão disseminados na Saúde.  Dados levantados pelo GLOBO mostram que apenas 2,5% das transferências da Saúde são fiscalizadas. E, ainda assim, nos últimos quatro anos, os desvios quantificados em Tomadas de Contas Especiais (TCEs) somaram R$662 milhões. O descontrole ultrapassa as transferências fundo a fundo e atinge as informações prestadas por estados e municípios ao ministério.  Para coibir fraudes no banco de dados da Saúde, a CGU propõe a criação de um portal capaz de unificar informações cadastrais de médicos, hospitais, clínicas e prefeituras,

Depois do Código Florestal

Veja o alerta feito pelo jornalista Rodrigo Vianna: Terminada a batalha pelo C ó digo Florestal, a bancada ruralista/Frente Parlamentar da Agropecu á ria no Congresso Nacional deve avan ç ar sobre a Consolida çã o das Leis do Trabalho. As id é ia n ã o é fazer uma ampla reforma, at é porque isso levaria a parte n ã o-pelega dos sindicatos para as ruas ( como ocorreu com o caso da derrubada da Emenda 3 ), mas o suficiente para causar problemas aos trabalhadores rurais – que, historicamente, est ã o entre os mais vulner á veis da sociedade. O novo C ó digo Florestal tornou-se pol ê mico por propor um corte na prote çã o ambiental do pa í s. Anistia para quem cometeu infra çõ es ambientais, isen çã o de pequenas propriedades de refazerem as reservas desmatadas, redu çã o da faixa m í nima de mata ciliar que deve ser preservada à beira de cursos d’ á gua, est ã o entre as medidas. Pro í be novos desmatamentos por um prazo de cinco anos, algo dif í cil de cumprir uma vez que a po

Brasil ganha 2.746 importadoras e só 82 exportadoras no 1º bimestre

A í est ã o as conseq üê ncias do d ó lar baixo e da concorr ê ncia da China. As raz õ es para esse desequil í brio s ã o o real valorizado frente ao d ó lar, a concorr ê ncia chinesa em terceiros mercados e a redu çã o das compras americanas. Segundo o Minist é rio do Desenvolvimento, nos dois primeiros meses de 2011, lideraram o ranking das empresas exportadoras a Vale e a Petrobras, com vendas de, respectivamente, US$4,3 bilh õ es e US$3 bilh õ es. A estatal ainda ficou à frente das importadoras, com gastos equivalentes a US$2,9 bilh õ es. No primeiro bimestre deste ano, o total de empresas que exportaram chegou a 10.676, e os neg ó cios movimentaram US$31,9 bilh õ es. No mesmo per í odo do ano anterior, eram 10.594 firmas, que proporcionaram um fluxo de US$23,5 bilh õ es. J á o n ú mero de importadoras subiu de 20.210 (US$23,3 bilh õ es) para 22.956 ( US$30 bilh õ es).  A poucas semanas da visita da presidente Dilma Rousseff à China, o embaixador do pa í s no Brasil, Qi

A desimportância do PSD

Reproduzo artigo de Marcos Coimbra, sociólogo e presidente do Instituto Vox Populi, publicado originalmente no Correio Braziliense de 23/03/2011: A desimportância do PSD Marcos Coimbra Chega a ser impressionante a falta de perspectiva de alguns jornais quando discutem as movimentações do prefeito Gilberto Kassab. Quem os lê fica com a sensação de que elas são relevantes. Só que não têm a menor importância. Desde o início do ano, Kassab estava anunciando que sairia do DEM, que pretendia deixar o partido pelo qual conseguira os mandatos de deputado federal, vice-prefeito e prefeito de São Paulo. Não por acaso, depois que havia ficado patente que a maioria de seus correligionários abandonava o serrismo e mostrava preferência por Aécio. Sua primeira intenção foi migrar para o PMDB, coisa que fazia sentido, pois, no estado, o partido estava de portas abertas, à disposição de quem chegasse para ocupá-lo. Com a morte de Quércia e a posse de Michel Temer na vice-presidência da República,

Grandes escritores transformados em Lego

Mais aqui .

Amanhã, quarta, palestra de Lúcia Santaella em Belém

Anotem aí: amanhã, quarta-feira dia 30, às 19h30, no Teatro Cláudio Barradas, a professora Lúcia Santaella, do Programa de Pós-graduação em Comunicação da PUC-SP, fará uma palestra sobre o tema "35 Anos de Convergências Tecnológicas".  O evento, realizado conjuntamente pela Facultada de Comunicação da UFPA e pela Aliança Francesa, abre o ciclo de comemoração dos 35 anos do curso.

Estudo indica que religião pode acabar em 9 países ricos

Dados de censos colhidos desde o s é culo 19 indicam que a religi ã o pode ser extinta em nove na çõ es ricas que foram analisadas em um estudo cient í fico. A pesquisa identificou uma tend ê ncia de aumento no n ú mero de pessoas que afirmam n ã o ter religi ã o na Austr á lia, Á ustria, Canad á , Finl â ndia, Irlanda, Holanda, Nova Zel â ndia, Su íç a e Rep ú blica Tcheca – o pa í s com o í ndice mais elevado, com 60%, fez parte do chamado mundo socialista ap ó s a Segunda Guerra. Usando um modelo de progress ã o matem á tica, o levantamento --divulgado durante um encontro da American Physical Society-- mostra que as pessoas que seguem alguma religi ã o v ã o praticamente deixar de existir nestes pa í ses.  Na Holanda, por exemplo, 70% dos holandeses n ã o ter ã o religi ã o alguma at é 2050. Hoje, esse grupo j á   é de 40% da popula çã o.  A pesquisa seguiu um modelo de din â mica n ã o-linear que leva em conta fatores sociais e a influ ê ncia que exercem em uma pessoa a